Conheça o neuromarketing e saiba como ele pode ajudar o seu negócio

Conheça o neuromarketing e saiba como ele pode ajudar o seu negócio

Você já parou para pensar por que o seu cliente compra o seu produto ou serviço? Os motivos podem ser inúmeros, desde a oferta, o preço, a qualidade, etc. Mas, você sabia que existe um conceito que analisa exatamente isso? Ele é chamado de neuromarketing e pode ser uma mão na roda para muitos empreendedores.

No post de hoje, explicamos um pouco mais sobre o que é neuromarketing, os benefícios em aplicá-lo e algumas dicas para colocar em prática. Curioso para descobrir? Continue com a gente!

O conceito de neuromarketing

O conceito foi desenvolvido pelo cientista Ale Smidts, enquanto o mesmo procurava entender mais a fundo a influência de ações de marketing no comportamento humano enquanto consumidores, e ainda os fatores que afetam o sistema neurológico desses no momento da aquisição de um serviço ou produto. A partir desse estudo foi possível, então, criar métodos, estratégias e também campanhas que obtivessem melhores resultados. 

Com o tempo, essa ciência foi difundida por Gerald Zaltman,  um médico e pesquisador de Harvard, que utilizou equipamentos de ressonância magnética para analisar a resposta do cérebro a  campanhas de marketing e seus estímulos. A partir disso, mais precisamente em 2000, o doutor pôde, então, registrar o termo neuromarketing como uma ferramenta oficial dessa atividade. 

A popularidade do termo cresceu muito na última década. Desde então,  profissionais têm se dedicado cada vez mais a estudar o comportamento das pessoas no momento de tomada de decisão.

Inegavelmente, esta é uma junção de neurologia e marketing. Então, não tem segredo: é um conceito que leva a tentar entender qual a influência que certas ações de marketing têm no cérebro humano.

Por que o consumidor age como tal? Por que ele compra isso e não aquilo? Depois de estabelecido esse conhecimento, fica muito mais fácil aplicar certas técnicas de venda e alavancar o seu negócio.

Mas, você deve estar se perguntando como esse conceito é aplicado na prática. Antes de mais nada, é necessário entender que muito da decisão de compra do seu público ocorre em seu subconsciente. Ou seja, de nada adianta chegar nele e perguntar o porquê de gostar (ou não) do seu produto.

É importante estudar toda a atividade cerebral das pessoas, utilizando métodos da neurologia (como ressonâncias, por exemplo). No entanto, é claro que há diversos estudos já concluídos sobre o conceito e entendeu-se que certas técnicas de marketing funcionam melhor do que outras – inclusive, mais para frente, vamos abordar algumas delas.

Exemplo prático de uma empresa

Você sabia que a Coca-Cola aplica muito bem o neuromarketing em suas ações? Em um estudo comparativo, utilizou-se os resultados de uma ressonância magnética para analisar a preferência das pessoas entre Coca-Cola e Pepsi.

Foram colocados dois copos com a mesma bebida, mas apenas um deles possuía uma logo (primeiro da Coca-Cola, depois da Pepsi). Como resultado, percebeu-se que quando as pessoas beberam o copo com a marca da Coca-Cola a parte do cérebro relacionada a tomadas de decisões foi ativada.

Por quê? Simples. A Coca-Cola trabalha muito a percepção sensorial nas suas propagandas e, ao ingerir a bebida, parte da memória das pessoas é reativada e elas se sentem bem.

3 benefícios em utilizar o neuromarketing

Empresas que aplicam o neuromarketing em suas estratégias podem ser beneficiadas de diversas formas – desde que usado corretamente. Entre as vantagens, estão:

  1. Desenvolver serviços e produtos mais especializados: como você vai entender melhor a sua persona, é possível criar produtos que sejam exatamente aquilo que ela espera. Ou seja, todo o processo de criação será guiado por essa preferência que o público já possui no subconsciente.
  2. Alavancar as vendas: isso é óbvio, mas vale ressaltar que o seu objetivo maior é vender e, ao entender como funciona o cérebro do consumidor, você é capaz de alcançar essa meta. O neuromarketing permite a você explorar ações que vão de encontro com o desejo do cliente.
  3. Melhorar a experiência do usuário: hoje, mais do que nunca, o público tem levado muito em consideração a experiência e um atendimento personalizado. Sendo assim, fica muito mais fácil alcançar isso quando você sabe qual abordagem é a mais certeira.

Maneiras de aplicar o neuromarketing no seu negócio

Como dissemos acima, a partir de estudos foram feitas algumas descobertas universais sobre a aplicação do conceito em ações das empresas. Ainda que sejam métodos simples, vale a pena atentar-se a eles. Confira:

Escolha da fonte

Engana-se quem pensa que a escolha da melhor fonte deve estar relacionada apenas ao fato de uma ser mais bonita do que outra. Inclusive, isso nos leva a um importante tópico: no neuromarketing, os detalhes fazem toda a diferença. Sendo assim, até algo que parece trivial, como a escolha de uma fonte, torna-se extremamente relevante.

Em resumo, fontes simples e de fácil leitura são as mais eficazes. Elas não devem exigir muito esforço do consumidor para entender o que você quer dizer. Comece a reparar nas fontes utilizadas por grandes marcas do mercado. Sabe o que elas têm em comum? São minimalistas.

A psicologia das cores

Essa é uma das práticas mais aplicadas no neuromarketing. Você sabia que existe um motivo por trás da escolha de cores da maioria das empresas de destaque no mercado? Cada cor tem um efeito nas pessoas, portanto, vale a pena escolher a qual recorrer de acordo com aquilo que pretende passar ao consumidor. Confira alguns exemplos:

Vermelho: emoção, sentido de urgência;

Azul: confiança;

Amarelo: otimismo;

Verde: tranquilidade;

Preto: poder, luxo;

Branco: transparência;

Laranja: relação de amizade.

Layout da página

Cores e fontes podem influenciar nos resultados do seu negócio e, logicamente, isso não seria diferente com o layout do seu site. É preciso levar o neuromarketing em consideração no momento de desenvolver sua plataforma online.

Já ouviu falar em mapa de calor? 

Ele indica quais áreas dos sites atraem mais os visitantes, assim, você sabe onde colocar todas as informações mais relevantes.

O foco no site é direcionar a atenção do usuário para atrair o maior número de leads possíveis.

Aplique a ancoragem de preços

Quando falamos de ancoragem de preços é possível que, em alguns casos,  tenhamos dificuldade em pensar no preço de um produto ou serviço com base em um valor isolado. No entanto, mais uma vez, o neuromarketing pode auxiliar nas vendas. 

É mais fácil, por exemplo, basearmos esses valores naqueles que são cobrados por produtos semelhantes. Assim, é possível avaliar se está caro, barato demais ou com o preço ideal. 

Um exemplo prático disso é ofertar um combo de produtos por um preço fechado. Trata-se de uma excelente tática para realizar mais vendas e com maior ticket.

No caso de um salão de cabeleireiros, por exemplo, um cronograma de 3 hidratações pode ser vendido por um preço mais atrativo do que uma venda isolada.

Lojas de sapato aplicam a metodologia, vendendo três tênis por um único valor. O mesmo pode ser feito também em lojas de decorações, com um combo de 4 almofadas, por exemplo.

O que ocorre nesse caso é que o seu cliente, ao buscar por um único serviço ou produto, se sentirá altamente atraído a aproveitar a oportunidade que engloba outros.

Nesse sentido, você conseguirá convencer mais facilmente um comprador em potencial que vale muito mais a pena investir em mais de um produto.

Chame a atenção do seu público 

Ferramentas que chamam a atenção para a sua marca contribuem significativamente para o seu fortalecimento. Ao estabelecer padrões, tanto em relação ao design de seus conteúdos impressos como na internet, você criará fortes memórias em seus clientes.

Tanto no que diz respeito a cores, como frases e até músicas! Um excelente exemplo disso é o McDonald’s ou ainda a Pernambucanas no período do Natal. 

Tenha um site com melhor design possível 

Sabemos que a primeira impressão é a que fica, certo? Com isso em mente, é necessário que a apresentação de seu site, marca e produtos seja o mais impecável possível. Ele é o cartão de visitas de sua empresa e ao pensarmos no neuromarketing é preciso que ele desperte emoções positivas ao público, pois isso será determinante. 

Quanto melhor desenvolvido ele for, mais tempo os usuários ficarão navegando e explorando seus menus. O que gera confiança em sua marca e um número muito melhor de conversões. 

Evidencie sempre o que sua marca tem de melhor! 

Ao apresentar seus serviços ou produtos, é fundamental destacar seus pontos positivos e fortes. Na prática, evite usar palavras negativas em suas campanhas. 

Outro ponto refere-se à solução, isso é o que deve ser vendido. No caso de uma imobiliária, por exemplo, o que você deve oferecer são sonhos, privacidade, segurança, momentos em família e qualidade de vida – e não imóveis. 

Via Hey House – Um parceiro Conelly Master Media

No caso de serviços ou produtos de limpeza, o que deve ser vendido é mais tempo para o cliente fazer o que ama, estar com as pessoas que se importa, além de praticidade e muitas mais. 

Se procuram por algo que sua empresa não tem ou faz, busque sempre oferecer algo semelhante, focando nas qualidades que esse tem a oferecer. Se é algo que não tem momentaneamente, ponha-se à disposição para avisar assim que o produto estiver em estoque. 

Então, o que achou deste post?

Quer ler mais conteúdos como esse?

 Basta ficar ligado no nosso blog, pois publicamos semanalmente artigos com diversas informações sobre o mundo do marketing.

E, para ter uma experiência ainda mais completa, siga-nos nas redes sociais, para se manter atualizado nas novidades!

Tendências de SEO para 2021: melhorando o ranqueamento do seu site

Tendências de SEO para 2021: melhorando o ranqueamento do seu site

Se há uma empresa que está constantemente se atualizando, essa é o Google. Seja como for, conseguir ranquear seu site no mecanismo de busca torna-se cada vez mais complicado. Mas, não é impossível e as tendências de SEO para 2021 provam isso.

Esse é o momento de você conhecer as melhores estratégias, que podem gerar resultados mais do que satisfatórios. Então, neste post, deixamos esclarecidas quais são as tendências de SEO (otimização para mecanismos de busca) para este ano e, claro, damos algumas dicas de como você pode colocá-las em prática. Vamos lá?

Experiência do usuário (UX) em primeiro lugar nas tendências de SEO para 2021

Essa tendência perpassa anos e continua sendo uma das mais importantes. É preciso, antes de mais nada, buscar a satisfação do cliente. Isso é o básico em qualquer tipo de negócio. Mas, engana-se quem pensa que isso está relacionado apenas à produção de um conteúdo de qualidade.

É aí que entra o que chamamos de User Experience (UX). Você deve pensar em como será a experiência do seu cliente dentro do site e precisa tornar esse momento o mais rico e esclarecedor possível.

Tendências de SEO para 2021 - sites bons para a experiência do consumidor - Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Isso quer dizer que os algoritmos do Google levam em consideração fatores como:

  • Tempo de carregamento da página;
  • Interatividade com o público;
  • Estabilidade da página.

 Relevância nos conteúdos

Esse é outro aspecto básico de qualquer site que busca qualidade e que sempre estará entre as tendências de SEO. Para ser procurado, você precisa ser relevante. De nada adianta uma pessoa entrar no seu site mas perder o interesse no momento em que começa a ler um post, por exemplo.

Inclusive, esse é um dos aspectos que afetam negativamente a sua autoridade nos algoritmos do Google. Portanto, antes de produzir qualquer conteúdo, pense se ele realmente interessa à sua persona.

 Qualidade de acordo com o princípio EAT

Talvez você não tenha ouvido falar ainda sobre EAT, mas a sigla se resume a três fatores básicos: especialização, autoridade e confiabilidade. São eles que os algoritmos do Google vão levar em consideração no momento de afirmar ou não a qualidade do conteúdo do seu site.

Qualidade de acordo com o princípio EAT. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Em resumo, você deve basear seu conteúdo em dados e pesquisas. Quanto mais respeitável e renomada for a fonte utilizada, mais positivo será para o site.

Mostre ao usuário que ele pode confiar em você, pois sua empresa é especializada no assunto e baseia-se nas melhores referências no mercado.

Foco em conteúdos mais longos

Pode não parecer, mas na maioria das vezes, conteúdos longos geram um engajamento maior por parte do público. Segundo um relatório divulgado pelo SEMrush, textos com mais de 3 mil palavras recebem um tráfego três vezes maior e são amplamente mais divulgados do que posts com menos palavras.  

Mas, é claro que não adianta apenas encher um conteúdo de palavras. Voltamos ao tópico anterior: ele precisa ser relevante.

Sabe aquele conteúdo que você lê e nem percebe que eram tantas palavras? Em resumo, esse é o intuito.

Já ouviu falar em conteúdos evergreen? São aqueles que podem gerar tráfego para o seu site mesmo após muito tempo de publicação. Ou seja, esses conteúdos tratam de temas que sempre serão do interesse do usuário.

No entanto, é necessário manter esses posts atualizado, para que continuem relevantes para a sua persona. Como quanto maior o texto melhor, você não precisa se preocupar se o conteúdo final ficar muito longo.

Mantenha-se atualizado nas tendências de SEO para 2021

Seja como for, é importante você entender sobre as tendências de SEO e trabalhar com elas da melhor forma para seu negócio. Se o seu intuito é aprimorar os resultados do seu site, com toda certeza, esse é um caminho que deve ser seguido.

Mas, é válido ressaltar que, para a performance do seu site ser a melhor possível, é preciso contar com a ajuda de uma equipe especializada. E nisso, nós podemos te auxiliar!

Entre em contato com nosso time de especialistas para saber mais sobre o assunto!

Aproveite e leia também:

Os melhores canais para divulgação do seu conteúdo

Treinamento para avaliação e alta performance de equipes 

Treinamento para avaliação e alta performance de equipes 

É preciso mais do que planejar estratégias personalizadas de acordo com as últimas tendências de cada mercado e comportamento do consumidor. Hoje, é necessário também contar com uma equipe altamente capacitada de criativos e garantir o melhor atendimento aos nossos parceiros. 

Observamos que nossos cases de sucesso, que agregam tanto à nossa equipe interna de colaboradores, poderiam levar conhecimento também a outros profissionais. Esse aprendizado pode chegar tanto aos empreendedores, que estão à frente de um negócio com ideias próprias, quanto aos intraempreendedores, que almejam destaque e excelentes rendimentos em suas funções.

Leia também: O que é o intraempreendedorismo e por que você deve pôr em prática o mais breve possível

Treinamento para avaliação e alta performance de equipes, como tudo começou: 

A convite do evento Empreende Brazil, um dos maiores do país nesse segmento, surgiu a oportunidade de realizar palestras em alguns estabelecimentos. O treinamento tem como intuito agregar o evento com a experiência da nossa agência e também de João Godoy – que está à frente da Conelly, auxiliando diversos profissionais e empresas desde então. 

Veja mais: Empreende Brazil Conference: fique por dentro desse evento! 

No último mês, tivemos a oportunidade de levar nossos conhecimentos (incluindo a fórmula 20, 40, 30 e 10), para avaliação e autoavaliação de profissionais ao renomado Art’s Hair Cabeleireiros, em Ponta Grossa.

A data foi bastante aguardada por toda equipe do salão, que esteve presente em peso e pôde participar desde o início do treinamento.

Treinamento para alta performance Arts Hair. Foto/Reprodução: Mariana Schactae

Experiências e conhecimentos compartilhados  

Como é de costume, entre um tópico e outro, os profissionais puderam tirar dúvidas, observar e ainda aprender novas práticas. Entre elas, maneiras de aumentar a satisfação dos clientes, que implicam diretamente na fidelidade dos mesmos, algo de extrema importância não somente para o salão, mas todos os empreendimentos. 

Além disso, a oportunidade ainda deu espaço a momentos de gratidão e bastante emoção. Isso porque, ao falar principalmente da fórmula, os componentes chave de uma equipe ficam claramente evidenciados.

Devido ao fato de a equipe ter um convívio amigável, baseado na colaboração, construído há anos, elogios não foram poupados. De forma espontânea, foi feita uma pausa para agradecer a todos os profissionais e relembrar a trajetória dos mesmos na empresa. 

Colaboradores Arts Hair Ponta Grossa. Foto/Reprodução: Mariana Schactae

Treinamento Arts Hair. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Em resumo, essa foi uma excelente experiência para todos os participantes, inclusive nós, da Conelly. De tempos em tempos, essa prática se faz crucial para qualquer equipe que tenha o desejo de alcançar cada vez mais melhores resultados, como foi o caso de nossos clientes.

É preciso fomentar a união dos colaboradores de uma empresa, bem como identificar qualquer falha que possa haver. Dessa maneira, é possível ajustar as estratégias ao trabalho realizado nas mídias online e offline. Isso complementa a marca como um todo e torna o serviço ímpar também da porta para dentro. 

Equipe Arts Hair por Mariana Schactae - Conelly.

Com todos esses componentes bem avaliados e ajustados, fica quase impossível não oferecer ao cliente final o que ele deseja (e até mais que isso) ao procurar pelo serviço ou produto ofertado por uma empresa. O Art’s Hair sabe disso e, junto da Conelly, está sempre em busca de mais para alcançar seus audaciosos objetivos.

Atualmente, quais características a sua empresa pode aprimorar para entregar o melhor serviço e/ou produto aos clientes? Você e toda sua equipe têm conhecimento total sobre esses pontos? Têm colocado em prática cada um deles diariamente ou há algo de precisa ser feito sobre isso? Você acredita que é chegado o momento de fazer um upgrade no que é mostrado por sua marca atualmente?

As respostas para todas estas perguntas podem ser encontradas em nosso treinamento e respondidas por nossa equipe de profissionais amplamente capacitados.

Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais! 

Gatilhos mentais: tudo que você precisa saber para aplicá-los

Gatilhos mentais: tudo que você precisa saber para aplicá-los

Ao longo do dia, as pessoas precisam tomar inúmeras decisões. O que vestir? O que comer no café da manhã? Qual caminho pegar para o trabalho? Enviar agora ou depois aquele e-mail? Você pode não perceber, mas muitas dessas decisões são tomadas com influência de gatilhos mentais.

No marketing, isso é muito utilizado, mesmo que as pessoas não saibam, necessariamente, o que significa. Diversas estratégias são embasadas nesses gatilhos, então, não há por que não os conhecer, não é mesmo?

Neste post, explicamos o que são gatilhos mentais e de qual modo eles podem ser aplicados em suas estratégias de marketing. Vamos lá?

Poderosa arma de persuasão

Antes de mais nada, devemos começar com o conceito. Os gatilhos mentais são, basicamente, técnicas de persuasão que levam as pessoas a tomarem decisões inconscientemente.

Sabe aquela decisão que você tomou sem nem saber o porquê? Provavelmente ela foi influenciada por um gatilho mental. De forma inconsciente, você já sabia que aquilo era o melhor e fez a escolha de forma “automática”.

Sendo assim, ao utilizar gatilhos mentais em suas estratégias de marketing, você “entra” na cabeça do seu lead. Consequentemente, convence ele a tomar uma decisão positiva para o seu negócio.

É claro que para aplicar esses gatilhos é preciso muito estudo e conhecimento sobre a sua persona. É necessário entender como se dá o processo de tomada de decisões do seu cliente. Isso ocorre através de um campo de estudo chamado neuromarketing (mas isso é assunto para outro post!).

5 gatilhos mentais usados no marketing

A seguir, apresentamos alguns dos gatilhos mentais mais aplicados e como você pode utilizá-los no seu negócio. Vale lembrar, ainda, que esses gatilhos podem ser usados tanto em mídia online como offline, tudo depende da estratégia escolhida.

1. Prova social

Esse gatilho trabalha com o fato de que vivemos em sociedade e queremos fazer parte dela. Sendo assim, muitas das decisões que tomamos estão relacionadas com o que as outras pessoas vão pensar.

Um ótimo exemplo disso são as tendências de moda. O que todos estão usando que você não vê a hora de adquirir também?

Um modo de aplicar esse gatilho mental na sua estratégia de marketing é mostrar todas as pessoas que foram impactadas pela sua marca e como elas estão satisfeitas.

2. Autoridade

É natural do ser humano levar em consideração a voz da autoridade. Dessa forma, para atrair e converter mais leads, você precisa se colocar como uma autoridade no seu mercado de atuação.

No entanto, esse é um caminho longo, já que você precisa trabalhar essa credibilidade com a sua persona. Conteúdo de qualidade é a melhor forma de fazer isso e construir uma relação de confiança com o público-alvo.

Em resumo, mostre que você e sua equipe sabem o que fazem e são os melhores no ramo.

 

Gatilhos mentais: tudo que você precisa saber para aplicá-los. Foto/Reprodução: AlexSecret no iStock

 

3. Urgência

Você com certeza já deve ter visto algum anúncio com a expressão “não perca tempo!” ou “corra, pois é por tempo limitado!”. Essas propagandas utilizaram o gatilho mental de urgência.

Esse gatilho trabalha com o fato de que a pessoa precisa adquirir determinado produto ou serviço, pois ele vai acabar em breve e ela ficará sem.

4. Curiosidade

Instigar a curiosidade do público-alvo pode ser algo muito eficaz em uma estratégia de marketing. Isso porque, o ser humano sente uma necessidade natural de descobrir as coisas e obter respostas.

Sabe aqueles e-mails que recebemos com o assunto “Saiba como atingir o sucesso”? Bem, eles são um exemplo do uso desse gatilho mental, assim como o trailer ou teaser de um filme. Afinal, todos querem saber como termina e vão correndo para os cinemas assistir.

5. Novidade

Quem não gosta de uma boa novidade, não é? A excitação e expectativa em conhecer algo novo é inerente às pessoas.

Quando uma marca anuncia, por exemplo, o lançamento de um novo produto, abre uma discussão em torno disso. Logo, muitas pessoas vão comprá-lo apenas pela necessidade de conhecer essa novidade e ter o prazer de usar algo novo ou moderno.

Uma infinidade de opções de gatilhos mentais

Os gatilhos que citamos acima são apenas exemplos, mas saiba que existem inúmeros aplicados no mercado. A escolha do melhor vai depender, como dissemos, de vários aspectos (mentalidade do público; o produto ou serviço divulgado; como você quer comunicar, etc.).

Sendo assim, nada mais importante do que contar com a ajuda de uma equipe especializada no assunto.

Quer bons resultados? A Conelly pode te ajudar! Entre em contato conosco e vamos, juntos, rumo ao sucesso da sua marca.

Aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais, para que mais pessoas possam conhecer sobre o assunto.

Até o próximo texto!

Mídia externa: por que essa estratégia não deve ser deixada de lado

Mídia externa: por que essa estratégia não deve ser deixada de lado

Quem acha que a mídia externa como outdoors, painéis e outros formatos similares de divulgação está em desuso está muito enganado. Com as novas possibilidades do mundo moderno, o uso dos outdoors se atualizou. Sendo assim, é preciso acompanhar essas novidades e, acima de tudo, entender a sua importância.

No post de hoje, esclarecemos algumas dúvidas que você possa ter sobre o assunto e vamos convencê-lo de que é uma ótima ideia investir nessa estratégia.

Simples e eficiente

Não há nenhum segredo por trás de um outdoor. Em resumo, trata-se de um anúncio em uma grande área retangular (normalmente, de 27m²), visível a um amplo número de pessoas.

Dessa forma, não é à toa que esse formato é utilizado há milhares de anos. Existem, inclusive, relatos sobre seu uso (ou pelo menos uma ideia similar ao outdoor) na Roma Antiga, no século VIII.

No entanto, devemos considerar que não basta apenas colocar uma arte bonita e deixá-la exposta por alguns dias em um ponto de grande circulação de pessoas e carros. Antes de qualquer coisa, é preciso ter certeza de que a mensagem do outdoor é objetiva.

Imagine a seguinte situação:

Uma pessoa, a caminho do trabalho, resolve fazer um trajeto diferente com o carro. Nesse percurso, passa pelo outdoor de uma loja, que anuncia promoções. Se esse anúncio tiver muitas imagens, texto, números, etc. ela dificilmente conseguirá lê-lo a tempo (já que está com o carro em movimento e não vai parar apenas para observar o outdoor). Então, a estratégia acaba indo por água abaixo, pois apenas causou confusão à pessoa e não atingiu o objetivo da venda.

Sendo assim, teria sido muito mais eficaz se o anunciante tivesse optado por uma imagem, com uma pequena frase de atração. Considerando que a pessoa teve um período de 3 segundos, em média, para absorver aquela mensagem, isso seria o máximo de informação adquirida.

Entendeu o que queremos dizer com isso?

O seu anúncio no outdoor precisa ser planejado pensando nessa velocidade de consumo. A sua marca precisa convencer o público a adquirir um produto ou serviço. Dessa maneira, necessita causar um impacto, mesmo que inconscientemente.

Outro ponto que deve ser ressaltado é que nenhuma estratégia funciona sozinha. O outdoor precisa fazer parte de um plano  maior, com investimentos também em outros canais de mídia (off e online).

Mas, então, quais os benefícios de investir em outdoors?

A seguir, listamos algumas das principais vantagens deste canal de divulgação:

Disponibilidade. Seu anúncio estará sempre lá (durante o tempo determinado), faça chuva ou sol, dia ou noite, frio ou calor. São 24h à disposição de quem quer que passe. Você consegue imaginar a quantidade de pessoas que ele conseguirá, então, atingir?

Capacidade de fixação. Como resultado dessa grande disponibilidade, há uma grande probabilidade de a mensagem da sua marca fixar na mente do público. Vai dizer que você não lembra de nenhum outdoor que marcou sua memória nos últimos tempos? Isso é perfeito para enfatizar ainda mais o objetivo e, claro, conseguir resultados satisfatórios.

Grande cobertura. Os espaços para outdoor, normalmente, ficam em locais estratégicos, centrais ou de grande circulação de pessoas e carros. Sendo assim, os anúncios atingem um público enorme, de todas as classes, gêneros e idades. Em resumo, tem um alcance bastante democrático.

Inúmeras possibilidades. São 27m² para você usar a imaginação. É possível utilizar inúmeros apelos visuais. Tudo depende da sua necessidade e estratégia escolhida. Porém, lembre-se: nada de poluição. A informação ainda precisa estar clara e objetivo. Fora isso, explore a criatividade.

Não existe a opção de pular o anúncio. Diferente de uma propagando no YouTube, por exemplo, não há a possibilidade de o público clicar em um “X” e nunca mais ver o anúncio. O outdoor permanecerá no local e, convenhamos, ninguém vai mudar a rota, por exemplo, apenas para evitar passar por ele. Trata-se de uma mídia compulsória (é imposta) e você precisa usar isso para convencer e ser conhecido pelo público.

Invista agora mesmo em mídia externa 

Agora que você já descobriu alguns dos benefícios do uso de outdoors e como usar esse formato da melhor forma, não há por que não investir na opção. Mas, é claro que para isso você precisa contar com uma empresa especializada no assunto.

A Conelly é formada por uma equipe de profissionais com experiência e, com certeza, pode te ajudar a montar o planejamento perfeito.

Entre em contato conosco agora mesmo e alavanque sua marca!

Veja também:

Produções em vídeo: entenda como podem fazer diferença em sua estratégia

E mais: Saiba por que somos diferentes do que você já ouviu falar sobre serviços de propaganda?

Produções em vídeo: entenda como podem fazer a diferença em sua estratégia

Produções em vídeo: entenda como podem fazer a diferença em sua estratégia

Lembra quando falavam que o marketing digital ia acabar com o offline? Bem, isso não ocorreu. Então, nessa linha de raciocínio, é inválido pensar que o vídeo vai tornar o texto escrito obsoleto. No entanto, é preciso considerar a importância que as produções em vídeo possuem.

Você sabia que 98% dos usuários da internet consomem vídeos e dedicam pelo menos 3h do dia a isso? Esses dados foram retirados da pesquisa Global Digital Report 2019. Sendo assim, por que não investir nesse tipo de produção, não é mesmo?

Nós, da Conelly, preparamos um post dedicado a mostrar alguns dos benefícios em utilizar vídeos em suas estratégias de marketing. Continue a leitura para saber mais:

De quais formas é possível utilizar essas produções em vídeo?

Em resumo, as possibilidades de uso de tais conteúdos são várias. Sua marca pode utilizá-los, por exemplo, para:

  • Apresentar o negócio ao público;
  • Falar sobre o mercado em que atua;
  •  Apresentar e divulgar um produto ou serviço;
  • Fortalecer a imagem da marca diante as pessoas;
  • Campanhas publicitárias como um todo.

Contudo, como dissemos, esses são apenas exemplos e tudo depende da demanda do seu negócio. Além de tudo, ainda é necessário decidir o canal de veiculação desses vídeos – mídia off ou online.

Seja como for, é preciso contar com uma equipe especializada no assunto, afinal, você não quer investir em algo que não tenha um resultado satisfatório, não é mesmo?

Quais as vantagens das produções em vídeo?

Produções em vídeo: entenda como podem fazer a diferença em sua estratégia. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Sem dúvida, conteúdos em vídeo influenciam positivamente na conversão do seu público em cliente. Mas, existem outros benefícios em utilizar este formato e, a seguir, explicamos alguns para você. Confira:

  • Poder de persuasão: devido ao fato de ser muito mais fácil se expressar por vídeo, não há nada que não possa ser explicado de maneira mais simples. Sendo assim, atingir o público e causar comoção em poucos minutos é um ponto a favor do vídeo.
  • Tráfego orgânico: o número de pessoas que chegam ao seu site organicamente, ou seja, sem ser através de um anúncio, é muito maior. De acordo com a pesquisa The State of Video Marketing, de 2020, pelo menos 87% das marcas percebem o aumento do tráfego orgânico após divulgar um vídeo, seja nas redes sociais ou em qualquer outro canal.  
  • Engajamento nas redes sociais: você sabia que vídeo é o formato que mais gera alcance nas redes sociais? Dessa forma, o engajamento cresce consideravelmente. Isso é positivo para o funil de vendas, já que o número de interessados na sua marca também aumenta.
  • Melhor posição nos mecanismos de busca: não é só de texto que um bom ranqueamento é feito. Vídeos no YouTube, por exemplo, também contribuem para isso e, como melhoram a experiência do lead, são levados em consideração pelo Google. Consequentemente, aqui está mais uma chance de tráfego no site do seu negócio.

Qualidade é tudo

É claro que de nada adianta produzir um vídeo de forma leiga ou sem qualidade alguma. Acredite, isso vai refletir na sua credibilidade para o público (de maneira negativa). Sendo assim, como já falamos anteriormente, uma equipe profissional é mais do que recomendada.

Nós, da Conelly, temos expertise no assunto e já produzimos materiais nesse formato para vários clientes. Não deixe de entrar em contato conosco para tirar qualquer dúvida que possa ter!

Já que está por aqui, aproveite para compartilhar este post. Dessa forma, mais pessoas poderão conhecer a importância das produções em vídeo!

Whatsapp