Escolha uma Página
Conheça o neuromarketing e saiba como ele pode ajudar o seu negócio

Conheça o neuromarketing e saiba como ele pode ajudar o seu negócio

Você já parou para pensar por que o seu cliente compra o seu produto ou serviço? Os motivos podem ser inúmeros, desde a oferta, o preço, a qualidade, etc. Mas, você sabia que existe um conceito que analisa exatamente isso? Ele é chamado de neuromarketing e pode ser uma mão na roda para muitos empreendedores.

No post de hoje, explicamos um pouco mais sobre o que é neuromarketing, os benefícios em aplicá-lo e algumas dicas para colocar em prática. Curioso para descobrir? Continue com a gente!

O conceito de neuromarketing

O conceito foi desenvolvido pelo cientista Ale Smidts, enquanto o mesmo procurava entender mais a fundo a influência de ações de marketing no comportamento humano enquanto consumidores, e ainda os fatores que afetam o sistema neurológico desses no momento da aquisição de um serviço ou produto. A partir desse estudo foi possível, então, criar métodos, estratégias e também campanhas que obtivessem melhores resultados. 

Com o tempo, essa ciência foi difundida por Gerald Zaltman,  um médico e pesquisador de Harvard, que utilizou equipamentos de ressonância magnética para analisar a resposta do cérebro a  campanhas de marketing e seus estímulos. A partir disso, mais precisamente em 2000, o doutor pôde, então, registrar o termo neuromarketing como uma ferramenta oficial dessa atividade. 

A popularidade do termo cresceu muito na última década. Desde então,  profissionais têm se dedicado cada vez mais a estudar o comportamento das pessoas no momento de tomada de decisão.

Inegavelmente, esta é uma junção de neurologia e marketing. Então, não tem segredo: é um conceito que leva a tentar entender qual a influência que certas ações de marketing têm no cérebro humano.

Por que o consumidor age como tal? Por que ele compra isso e não aquilo? Depois de estabelecido esse conhecimento, fica muito mais fácil aplicar certas técnicas de venda e alavancar o seu negócio.

Mas, você deve estar se perguntando como esse conceito é aplicado na prática. Antes de mais nada, é necessário entender que muito da decisão de compra do seu público ocorre em seu subconsciente. Ou seja, de nada adianta chegar nele e perguntar o porquê de gostar (ou não) do seu produto.

É importante estudar toda a atividade cerebral das pessoas, utilizando métodos da neurologia (como ressonâncias, por exemplo). No entanto, é claro que há diversos estudos já concluídos sobre o conceito e entendeu-se que certas técnicas de marketing funcionam melhor do que outras – inclusive, mais para frente, vamos abordar algumas delas.

Exemplo prático de uma empresa

Você sabia que a Coca-Cola aplica muito bem o neuromarketing em suas ações? Em um estudo comparativo, utilizou-se os resultados de uma ressonância magnética para analisar a preferência das pessoas entre Coca-Cola e Pepsi.

Foram colocados dois copos com a mesma bebida, mas apenas um deles possuía uma logo (primeiro da Coca-Cola, depois da Pepsi). Como resultado, percebeu-se que quando as pessoas beberam o copo com a marca da Coca-Cola a parte do cérebro relacionada a tomadas de decisões foi ativada.

Por quê? Simples. A Coca-Cola trabalha muito a percepção sensorial nas suas propagandas e, ao ingerir a bebida, parte da memória das pessoas é reativada e elas se sentem bem.

3 benefícios em utilizar o neuromarketing

Empresas que aplicam o neuromarketing em suas estratégias podem ser beneficiadas de diversas formas – desde que usado corretamente. Entre as vantagens, estão:

  1. Desenvolver serviços e produtos mais especializados: como você vai entender melhor a sua persona, é possível criar produtos que sejam exatamente aquilo que ela espera. Ou seja, todo o processo de criação será guiado por essa preferência que o público já possui no subconsciente.
  2. Alavancar as vendas: isso é óbvio, mas vale ressaltar que o seu objetivo maior é vender e, ao entender como funciona o cérebro do consumidor, você é capaz de alcançar essa meta. O neuromarketing permite a você explorar ações que vão de encontro com o desejo do cliente.
  3. Melhorar a experiência do usuário: hoje, mais do que nunca, o público tem levado muito em consideração a experiência e um atendimento personalizado. Sendo assim, fica muito mais fácil alcançar isso quando você sabe qual abordagem é a mais certeira.

Maneiras de aplicar o neuromarketing no seu negócio

Como dissemos acima, a partir de estudos foram feitas algumas descobertas universais sobre a aplicação do conceito em ações das empresas. Ainda que sejam métodos simples, vale a pena atentar-se a eles. Confira:

Escolha da fonte

Engana-se quem pensa que a escolha da melhor fonte deve estar relacionada apenas ao fato de uma ser mais bonita do que outra. Inclusive, isso nos leva a um importante tópico: no neuromarketing, os detalhes fazem toda a diferença. Sendo assim, até algo que parece trivial, como a escolha de uma fonte, torna-se extremamente relevante.

Em resumo, fontes simples e de fácil leitura são as mais eficazes. Elas não devem exigir muito esforço do consumidor para entender o que você quer dizer. Comece a reparar nas fontes utilizadas por grandes marcas do mercado. Sabe o que elas têm em comum? São minimalistas.

A psicologia das cores

Essa é uma das práticas mais aplicadas no neuromarketing. Você sabia que existe um motivo por trás da escolha de cores da maioria das empresas de destaque no mercado? Cada cor tem um efeito nas pessoas, portanto, vale a pena escolher a qual recorrer de acordo com aquilo que pretende passar ao consumidor. Confira alguns exemplos:

Vermelho: emoção, sentido de urgência;

Azul: confiança;

Amarelo: otimismo;

Verde: tranquilidade;

Preto: poder, luxo;

Branco: transparência;

Laranja: relação de amizade.

Layout da página

Cores e fontes podem influenciar nos resultados do seu negócio e, logicamente, isso não seria diferente com o layout do seu site. É preciso levar o neuromarketing em consideração no momento de desenvolver sua plataforma online.

Já ouviu falar em mapa de calor? 

Ele indica quais áreas dos sites atraem mais os visitantes, assim, você sabe onde colocar todas as informações mais relevantes.

O foco no site é direcionar a atenção do usuário para atrair o maior número de leads possíveis.

Aplique a ancoragem de preços

Quando falamos de ancoragem de preços é possível que, em alguns casos,  tenhamos dificuldade em pensar no preço de um produto ou serviço com base em um valor isolado. No entanto, mais uma vez, o neuromarketing pode auxiliar nas vendas. 

É mais fácil, por exemplo, basearmos esses valores naqueles que são cobrados por produtos semelhantes. Assim, é possível avaliar se está caro, barato demais ou com o preço ideal. 

Um exemplo prático disso é ofertar um combo de produtos por um preço fechado. Trata-se de uma excelente tática para realizar mais vendas e com maior ticket.

No caso de um salão de cabeleireiros, por exemplo, um cronograma de 3 hidratações pode ser vendido por um preço mais atrativo do que uma venda isolada.

Lojas de sapato aplicam a metodologia, vendendo três tênis por um único valor. O mesmo pode ser feito também em lojas de decorações, com um combo de 4 almofadas, por exemplo.

O que ocorre nesse caso é que o seu cliente, ao buscar por um único serviço ou produto, se sentirá altamente atraído a aproveitar a oportunidade que engloba outros.

Nesse sentido, você conseguirá convencer mais facilmente um comprador em potencial que vale muito mais a pena investir em mais de um produto.

Chame a atenção do seu público 

Ferramentas que chamam a atenção para a sua marca contribuem significativamente para o seu fortalecimento. Ao estabelecer padrões, tanto em relação ao design de seus conteúdos impressos como na internet, você criará fortes memórias em seus clientes.

Tanto no que diz respeito a cores, como frases e até músicas! Um excelente exemplo disso é o McDonald’s ou ainda a Pernambucanas no período do Natal. 

Tenha um site com melhor design possível 

Sabemos que a primeira impressão é a que fica, certo? Com isso em mente, é necessário que a apresentação de seu site, marca e produtos seja o mais impecável possível. Ele é o cartão de visitas de sua empresa e ao pensarmos no neuromarketing é preciso que ele desperte emoções positivas ao público, pois isso será determinante. 

Quanto melhor desenvolvido ele for, mais tempo os usuários ficarão navegando e explorando seus menus. O que gera confiança em sua marca e um número muito melhor de conversões. 

Evidencie sempre o que sua marca tem de melhor! 

Ao apresentar seus serviços ou produtos, é fundamental destacar seus pontos positivos e fortes. Na prática, evite usar palavras negativas em suas campanhas. 

Outro ponto refere-se à solução, isso é o que deve ser vendido. No caso de uma imobiliária, por exemplo, o que você deve oferecer são sonhos, privacidade, segurança, momentos em família e qualidade de vida – e não imóveis. 

Via Hey House – Um parceiro Conelly Master Media

No caso de serviços ou produtos de limpeza, o que deve ser vendido é mais tempo para o cliente fazer o que ama, estar com as pessoas que se importa, além de praticidade e muitas mais. 

Se procuram por algo que sua empresa não tem ou faz, busque sempre oferecer algo semelhante, focando nas qualidades que esse tem a oferecer. Se é algo que não tem momentaneamente, ponha-se à disposição para avisar assim que o produto estiver em estoque. 

Então, o que achou deste post?

Quer ler mais conteúdos como esse?

 Basta ficar ligado no nosso blog, pois publicamos semanalmente artigos com diversas informações sobre o mundo do marketing.

E, para ter uma experiência ainda mais completa, siga-nos nas redes sociais, para se manter atualizado nas novidades!

Pizza, câmera, ação! Uma produção para Pizzaria Magnata em parceria com a Life Premium Academia

Pizza, câmera, ação! Uma produção para Pizzaria Magnata em parceria com a Life Premium Academia

Entre os principais trabalhos executados por nossa agência estão as produções de materiais para redes sociais, mídia off e peças para divulgação de campanhas, produtos e demais lançamentos de nossos clientes. Um exemplo desses trabalhos, portanto, são as produções de vídeo.

Esses conteúdos vão desde os mais enxutos aos de grande porte, que requerem uma grande equipe e atenção redobrada aos detalhes. Foi a vez do cliente Pizzaria Magnata ter um vídeo exclusivo sobre seu processo de trabalho desenvolvido. O mesmo aconteceu em parceria com a Life Premium Academia, outra referência na cidade em seu segmento.

O propósito do vídeo da Magnata, além de demonstrar o passo a passo de forma lúdica de como as pizzas são fabricadas, foi exaltar os grandes diferenciais que possuem durante esse processo. 

Foi mostrado, por exemplo, o uso de ingredientes frescos e de primeira linha, além daqueles aspectos que tornam a pizzaria um destaque na cidade, como o carvão ativado, parte das receitas funcionais e ainda os grãos integrais que contemplam as opções fitness.

Para isso, contamos com a participação especial da modelo fitness e digital influencer, Ana Zaika, também da cidade de Ponta Grossa. Inclusive, é ela quem representa a pizzaria em grande parte de seus materiais de divulgação.

Ana Zaika para Life Premium academia e Pizzaria Magnata. Foto/ Reprodução: Mariana Schactae - Conelly.

Mais do que elaborar uma história, o objetivo deste tipo de produção é demonstrar como de fato ela é, priorizando sempre o que há de melhor em um negócio. 

A gravação

João Godoy e Me Gusto Produtora para Pizzaria Magnata. Foto/ Reprodução: Mariana Schactae - Conelly.

 

Câmeras de vídeo de alta definição e equipamentos próprios de iluminação foram utilizados para garantir que todos os detalhes fossem captados com precisão e qualidade. No entanto, não se perdeu a naturalidade que a proposta inicial e o local onde tudo ocorreu nas primeiras cenas pediam.

Na Pizzaria Magnata 

Durante as gravações na pizzaria, teve muita farinha, massas coloridas e ingredientes frescos, como legumes, frutos e queijos – algumas das estrelas da noite. 

Não podemos nos esquecer, é claro, das mãos (e mente) que deram e dão vida às seletas receitas distribuídas por toda cidade pela Pizzaria Magnata diariamente.

Produção de vídeo para Pizzaria Magnata. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

O processo é artesanal e fabuloso, modéstia à parte, principalmente para os apaixonados por gastronomia. Sem dúvidas, foi uma produção que tivemos grande prazer de executar!

Acompanhe o resultado deste projeto, que contou com a participação da Me Gusto Produtora, em nossas redes sociais e de nossos queridos clientes Life Premium e Pizzaria Magnata!

Enquanto isso, fique com mais alguns cliques do nosso making of:

Produção de pizza com massa de carvão ativado Pizza Magnata. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly.

Pizza de carvão ativado e ingredientes frescos. Pizzaria Magnata. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly.

Pizza com massa de carvão ativado é destaque da Pizzaria Magnata. Além disso, todas as pizzas são feitas em forno sustentável e ficam prontas em apenas dois minutos e meio.

Ana Zaika para Life Premium e Pizzaria Magnata. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Modelo Ana Zaika durante gravação para Life Premium e Pizzaria Magnata, na academia. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly.

Ana Zaka realizando pedido de Pizza Fit na Magnata após treino. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly.

 Na foto, a modelo Ana Zaika faz o pedido de pizza fitness, por aplicativo, ao término do treino. 

Atente-se ao nosso blog semanalmente e redes sociais para ver muitas outras produções como essa, realizadas por nossa equipe de profissionais e parceiros!

Dark Post no Facebook: saiba o que é e como funciona

Dark Post no Facebook: saiba o que é e como funciona

Ao fazer um anúncio no Facebook, existem dois caminhos a serem seguidos. A primeira opção é ampliar a divulgação de uma publicação já existente em sua página e a segunda é criar uma nova campanha. Nesse caso, você está criando um dark post. Se você possui uma empresa e conta com serviços de marketing e propaganda, não pode deixar de conhecer essas informações que nós, da Conelly, separamos! Saiba mais:

Entenda o propósito da criação de dark post e por que você não consegue acessá-lo quando deseja

Mais que somente dar início a uma nova campanha, o dark post trata-se sobretudo de uma publicação destinada a um público bastante específico. Devido a isso, ele não aparecerá na timeline para todas as pessoas, ou mesmo poderá ser “encontrado” como ocorre com as demais postagens.

Isso significa que apenas pessoas realmente interessadas e com grandes chances de conversão serão impactadas por seu anúncio. Isso causa um aumento dos resultados que seu negócio obtém lá na ponta.

Entenda mais sobre as diferenças entre dark post e publicações impulsionadas:

Os dark posts são focados em conversões

 

Dark Post no Facebook: saiba o que é e como funciona. Foto/Reprodução: Mariana Schactae

 

Se você não sabe o que são conversões, saiba que elas compreendem ações que você deseja que o seu público-alvo realize a partir de um anúncio feito por sua marca. Simples assim! No entanto, essas ações podem envolver diversas características. 

Elas podem, por exemplo, ser voltadas à visualização de um conteúdo em vídeo, ao acesso a um e-book,  à instalação de um aplicativo ou mesmo ao aumento do tráfego em um site. Em resumo, qualquer tipo de ação que um usuário possa ter após ser impactado por anúncio mensurável (que permite verificação/avaliação de dados).

No caso de posts patrocinados 

 

Dark Post no Facebook: saiba o que é e como funciona. Foto/Reprodução: Mariana Schactae

 

Já quanto aos posts patrocinados, as publicações obterão um alcance de pessoas superior ao que teria sem o impulsionamento. Isso também oferece diversos benefícios, tais como o aumento do engajamento de público em sua página e do número de curtidas das publicações, já que essas serão vistas por uma quantidade bem maior de pessoas.  

O dark post possui um público-alvo bastante nichado

Por meio do Gerenciador de Anúncios do Facebook, diferente de um post comum patrocinado que aparecerá para pessoas de diversas faixas etárias, interesses e até mesmo localidades, o dark post conta com uma grande possibilidade de customização de público. Isso acaba por direcioná-lo a um nicho bem específico de pessoas. 

Quando tratamos de objetivos singulares para uma marca, desenvolver anúncios através do Gerenciador é o mais indicado.

Você decide quem visualiza seu anúncio: somente homens ou mulheres, pessoas com uma idade específica, pais ou não, solteiras ou casadas, de certa localidade, com hobbies, entre muitas outras características. Fora isso, os dark posts podem auxiliar na realização de testes A/B para verificação de quais anúncios interessam mais e possuem melhor aceitação e resultados com seu público-alvo.

Onde esse tipo de anúncio poderá aparecer?  

Eles podem aparecer tanto na timeline do Facebook da sua persona (também conhecido como feed de notícias) quanto em outros locais em que a plataforma exibe anúncios.

As campanhas são customizáveis até nesse ponto. Você pode desenvolver uma campanha pensada para postagens apenas no Instagram, ou em ambas as redes sociais. Além disso, você pode determinar que apareçam somente para quem está com celular ou acessando as redes sociais do desktop.

O melhor de tudo isso é que todas as métricas de um anúncio ficarão registradas, o que permitirá que você as avalie constantemente, utilize-as em uma próxima campanha dados de uma anterior que foi bem-sucedida e muito mais.

Gostou de saber sobre os darks posts? Quais dessas informações você ainda não conhecia sobre eles?

Ficou interessado no assunto? Entre em contato para incluir os dark posts em suas estratégias de negócio e conhecer ainda mais vantagens! 

Tendências de SEO para 2021: melhorando o ranqueamento do seu site

Tendências de SEO para 2021: melhorando o ranqueamento do seu site

Se há uma empresa que está constantemente se atualizando, essa é o Google. Seja como for, conseguir ranquear seu site no mecanismo de busca torna-se cada vez mais complicado. Mas, não é impossível e as tendências de SEO para 2021 provam isso.

Esse é o momento de você conhecer as melhores estratégias, que podem gerar resultados mais do que satisfatórios. Então, neste post, deixamos esclarecidas quais são as tendências de SEO (otimização para mecanismos de busca) para este ano e, claro, damos algumas dicas de como você pode colocá-las em prática. Vamos lá?

Experiência do usuário (UX) em primeiro lugar nas tendências de SEO para 2021

Essa tendência perpassa anos e continua sendo uma das mais importantes. É preciso, antes de mais nada, buscar a satisfação do cliente. Isso é o básico em qualquer tipo de negócio. Mas, engana-se quem pensa que isso está relacionado apenas à produção de um conteúdo de qualidade.

É aí que entra o que chamamos de User Experience (UX). Você deve pensar em como será a experiência do seu cliente dentro do site e precisa tornar esse momento o mais rico e esclarecedor possível.

Tendências de SEO para 2021 - sites bons para a experiência do consumidor - Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Isso quer dizer que os algoritmos do Google levam em consideração fatores como:

  • Tempo de carregamento da página;
  • Interatividade com o público;
  • Estabilidade da página.

 Relevância nos conteúdos

Esse é outro aspecto básico de qualquer site que busca qualidade e que sempre estará entre as tendências de SEO. Para ser procurado, você precisa ser relevante. De nada adianta uma pessoa entrar no seu site mas perder o interesse no momento em que começa a ler um post, por exemplo.

Inclusive, esse é um dos aspectos que afetam negativamente a sua autoridade nos algoritmos do Google. Portanto, antes de produzir qualquer conteúdo, pense se ele realmente interessa à sua persona.

 Qualidade de acordo com o princípio EAT

Talvez você não tenha ouvido falar ainda sobre EAT, mas a sigla se resume a três fatores básicos: especialização, autoridade e confiabilidade. São eles que os algoritmos do Google vão levar em consideração no momento de afirmar ou não a qualidade do conteúdo do seu site.

Qualidade de acordo com o princípio EAT. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Em resumo, você deve basear seu conteúdo em dados e pesquisas. Quanto mais respeitável e renomada for a fonte utilizada, mais positivo será para o site.

Mostre ao usuário que ele pode confiar em você, pois sua empresa é especializada no assunto e baseia-se nas melhores referências no mercado.

Foco em conteúdos mais longos

Pode não parecer, mas na maioria das vezes, conteúdos longos geram um engajamento maior por parte do público. Segundo um relatório divulgado pelo SEMrush, textos com mais de 3 mil palavras recebem um tráfego três vezes maior e são amplamente mais divulgados do que posts com menos palavras.  

Mas, é claro que não adianta apenas encher um conteúdo de palavras. Voltamos ao tópico anterior: ele precisa ser relevante.

Sabe aquele conteúdo que você lê e nem percebe que eram tantas palavras? Em resumo, esse é o intuito.

Já ouviu falar em conteúdos evergreen? São aqueles que podem gerar tráfego para o seu site mesmo após muito tempo de publicação. Ou seja, esses conteúdos tratam de temas que sempre serão do interesse do usuário.

No entanto, é necessário manter esses posts atualizado, para que continuem relevantes para a sua persona. Como quanto maior o texto melhor, você não precisa se preocupar se o conteúdo final ficar muito longo.

Mantenha-se atualizado nas tendências de SEO para 2021

Seja como for, é importante você entender sobre as tendências de SEO e trabalhar com elas da melhor forma para seu negócio. Se o seu intuito é aprimorar os resultados do seu site, com toda certeza, esse é um caminho que deve ser seguido.

Mas, é válido ressaltar que, para a performance do seu site ser a melhor possível, é preciso contar com a ajuda de uma equipe especializada. E nisso, nós podemos te auxiliar!

Entre em contato com nosso time de especialistas para saber mais sobre o assunto!

Aproveite e leia também:

Os melhores canais para divulgação do seu conteúdo

Open chat