Redes sociais: mudanças na veiculação de anúncios políticos

Redes sociais: mudanças na veiculação de anúncios políticos

Se você é um assíduo das redes sociais, muito provavelmente observou que além do Google, o Facebook e o Twitter  também modificaram ou ainda abriram possibilidade de mudanças em suas diretrizes de veiculação de anúncios políticos.

Quer saber que mudanças são essas e o que elas significam? Basta acompanhar o texto a seguir.

Quando e como iniciou a necessidade de realizar mudanças na veiculação de anúncios políticos nas redes sociais?

Desde a eleição de Donald Trump, nos Estados Unidos, a veiculação de anúncios políticos nas redes sociais se tornaram uma questão de maior evidência, já que o momento foi marcado por um investimento nunca visto anteriormente em plataformas como a do Facebook. 

A rede social foi parte de um escândalo global, quando uma empresa de consultoria política conseguiu acesso a milhares de dados de usuários do Facebook, sem que esses indivíduos tivessem conhecimento.

Essas informações, foram estrategicamente utilizadas para veicular notícias que favoreciam o candidato, ao mesmo tempo que notícias falsas desconstruíam a imagem de outras figuras políticas.

Veja também: Os benefícios da diversidade no ambiente de trabalho

Como cada rede social se posicionou publicamente sobre a veiculação de anúncios políticos?

Google

O popular buscador anunciou que, a partir do dia 6 de janeiro de 2020, políticos só poderão personalizar a entrega dos anúncios por idade, gênero e localização.

O que isso significa?

Isso significa que a partir desta data, não será possível selecionar perfis de eleitores, por exemplo, como tendências de direita ou esquerda, além de preferências de partidos políticos. Essas informações não poderão ser utilizadas. Além disso, notícias falsas, mesmo em formato de vídeo, serão banidas.

Twitter

O Twitter se posicionou de forma bastante significativa contra a veiculação de anúncios políticos, sendo proibido qualquer anúncio pago relacionado ao tema. Isso significa que, usuários e/ou empresas que publicarem quaisquer coisas envolvendo partidos, eleições, legislações ou políticos, não irão conseguir impulsionar as informações para o público.

Facebook

Já o Facebook diz estar em processo de estudo sobre as segmentações, não emitindo nenhum posicionamento favorável ao assunto, tão pouco definitivo para um controle maior dos anúncios relacionados ao tema na rede social. 

Falta de posição, inclusive, que gerou diversas críticas por parte da comunidade global. 

Hoje, quaisquer anunciantes no Brasil que abordem o tema eleições ou política, são incentivados a passar pelo processo de autorização de anúncios antes de os veicularem no país. Entretanto, a rede social se abstém de sua responsabilidade, pondo a mesma sobre o anunciante, que deve cumprir as leis e regulamentos eleitorais, além dos publicitários vigentes.

Leia também!: A novidade que promete conectar casas e usuários de forma prática e segura 

De que forma isso beneficia e pode mudar o cenário atual nos próximos anos?

Dentre as principais diferenças entre o que aconteceu a alguns anos na eleição Norte Americana e se estendeu ao público brasileiro, está o futuro discernimento, além da responsabilidade da população em relação às informações as quais são expostos.

Antes as interferências e notícias, tanto falsas como verídicas, eram pouco compartilhadas em veículos como esses. Hoje, existem milhares de pessoas dedicadas a desconstruir o uso autoritário das redes sociais.

Outra enorme tendência é que as redes sociais promovam cada vez mais a verdade e transparência em relação ao acesso de dados de seus usuários.

Importante: Como usuário, é de extrema relevância ler de fato os termos de uso, antes de aceitá-los. Quando o uso das redes sociais impacta a sociedade de forma abrangente e significativa, é importante ter responsabilidade e entender sobre o assunto. Apenas assim, é possível diminuir as implicações negativas que as plataformas podem trazer. Usufruindo apenas de seus benefícios!

Gostou de conhecer essas informações? 

Compartilhe conosco a sua opinião sobre as novas mudanças para a divulgação de anúncios políticos no Google e nas redes sociais!

Casa conectada: o futuro começa agora!

Casa conectada: o futuro começa agora!

Iniciativa acontece com a contribuição de grandes nomes como Ikea, Samsung, Signify entre outras.

Empresas renomadas como a Amazon, o Google e a Apple estão se unindo para desenvolver um padrão, em código aberto, para que seja viável desenvolver dispositivos tecnológicos para casas conectadas de forma prática e segura.

Já imaginou viver em uma casa totalmente conectada?

O grande objetivo do projeto, que tem por nome “Connected Home over IP” ou “Casa Conectada por IP” é garantir que qualquer dispositivo ou produto que seja adquirido para uma casa conectada, seja compatível com o assistente de voz e smartphone do proprietário.

Foto/Reprodução: Sistema controlado via smartphone da residente.Via: Viacheslav Iakobchuk – Adobe.

Ainda segundo um comunicado oficial realizado e divulgado pelas empresas responsáveis, o projeto deve, muito em breve, ter seu desenvolvimento simplificado, tanto a fabricantes, quanto à aquisição do produto.

Por hora, fazem parte do grupo de empresas que já produzem sistemas e produtos para casas conectadas:

  • Signify (das lâmpadas Philips Hue);
  • Samsung SmartThings;
  • Ikea.

A tecnologia de cada uma dessas empresas será empregada no novo padrão e, segundo informações das próprias, deve ter um rascunho inicial lançado com algumas especificações em meados do segundo semestre do próximo ano (2020).

Também de acordo com as empresas, protocolos de conexão utilizados hoje, tais como Bluetooth e Wi-Fi, serão o foco inicial. Além disso, os produtos que já estão no mercado atualmente poderão receber suporte para funcionamento.

Hoje, Google e Apple representam os principais fabricantes de sistemas operacionais para celulares, além de donas dos maiores assistentes de voz, bem como Siri, da Apple, e Assistente, do Google. A gigante Amazon também conta com essa ferramenta de assistente mobile, a Alexa.

Casas conectadas no Brasil

Em 2019, Google e Amazon anunciaram a vinda oficial de dispositivos com assistentes de voz para o Brasil. A Amazon lançou o Echo em outubro, enquanto que o Google trouxe ao país, no mês de novembro, o Nest Mini.

O que essa tecnologia promete oferecer a seus usuários? 

Além dos benefícios já citados, os sistemas para casas conectadas prometem controlar ações simples, como a abertura e fechamento de cortinas pela manhã ou quando os moradores saem de casa.

Foto/Reprodução: interface futurista do assistente inteligente de automação residencial. Via: Nico El Nino – Adobe.

O sistema ainda permitirá uma rotina e tarefas muito mais simplificadas, como o preparo de diversos alimentos ao mesmo tempo e o aviso ao usuário de quando estiverem prontos.

A lavagem das roupas também é informada quando finalizada e, muito em breve, o sistema também poderá reconhecer além da voz , presença e dispositivos do morador, a identificação de pessoas diferentes no ambiente, proporcionando maior controle e segurança ao usuário sobre sua residência.

Demais! Não é mesmo?

Se gostou dessas novidades e informações, não deixe de acompanhar nosso blog. Semanalmente as melhores dicas e tendências do mundo da tecnologia, publicidade e empreendedorismo para você! 

Saiba como aumentar sua conversão online em 2020 [P.2]

Saiba como aumentar sua conversão online em 2020 [P.2]

Em nosso último post, você acompanhou diversas dicas de ações e estratégias que podem aumentar sua conversão online em 2020 e, além disso, melhorar a experiência do seu cliente em relação ao seu negócio.

Conheça agora os pontos cruciais de ação e iniciativas que você deve implementar em sua empresa, para garantir o aumento dos resultados.

6. Trabalhe sua segmentação como nunca

A personalização é tudo. Entretanto, não será em todos os casos que você conseguirá resolver uma situação com um e-mail de nove palavras para o cliente. Isso seria inviável, além de trabalhoso, o que aumentaria os custos de vendas ao invés de otimizá-los.

Por conta disso, é necessário unir a personalização com a automação. Com a análise de dados, é possível criar segmentações mais precisas, contribuindo com que, tanto os profissionais da área comercial, quanto a equipe de marketing, consigam trabalhar com cada uma delas, da melhor forma possível.

Veja também: Algumas das melhores opções em ferramentas de automação do mercado hoje 

A união entre a equipe comercial e de marketing é bastante significativa nesse momento, já que juntas proporcionam uma experiência única ao lead, desde o começo do contato.

Assim, uma quantidade maior de informações são coletadas de seus clientes em potencial, garantindo uma melhor qualificação de suas possíveis compras, além de proporcionar abordagens personalizadas de venda, aumentando significativamente seu número de conversões e redução de custos.

7. Busque soluções dentro da sua equipe de colaboradores

Para inovar é necessário, por diversas vezes, procurar diferentes fontes e perspectivas para seus problemas e indecisões comerciais. 

Pensando nisso, nada melhor que ouvir e trocar ideias com quem está na ponta do seu negócio, em constante contato com seus clientes e principalmente, clientes em potencial.  

Esse profissional poderá levantar com maior precisão, pontos que podem ser melhorados. Por conta disso, considere envolver sua equipe comercial e de marketing na personalização das novas estratégias de abordagem e atendimento ao cliente.

Foto/Reprodução: Geração de ideias e soluções. Via: Freepik

Se viável, pratique a chamada liderança situacional, que constitui-se em colocar a responsabilidade de projetos significativos nas mãos de profissionais experientes, de confiança e inovadores, que caracterizam-se normalmente por trazer ideias e soluções aos projetos da empresa.

Em resumo: delegue a necessidade de alcançar resultados e não apenas as tarefas necessárias para chegar até eles.

8. Aposte no Marketing de Conteúdo para fortalecer os diferenciais do seu negócio

Já citamos a importância do Marketing de Conteúdo anteriormente, para potencializar as ações de sua empresa, gerar identificação do seu público-alvo e fortalecer a imagem do seu negócio.  

Entretanto, se você ainda não entendeu os benefícios e vantagens que envolvem essa opção, saiba que ela é indispensável para as empresas que desejam aumentar suas conversões online.

Está se perguntando o por quê?

É por meio dele que a nutrição dos leads ocorrerá, levando os mesmos ao tão desejado fundo de funil.

Se a produção não condiz com seu tipo de negócio, é possível (e completamente pertinente) terceirizar a produção, assim como o gerenciamentos das mídias sociais.

Uma equipe profissional poderá contribuir de forma muito significativa com seus resultados, implementando estratégias acertadas e eficientes.

9. Integre suas estratégias de marketing para aumentar a conversão online

Não é nenhuma novidade que a integração entre todos os canais de interação de seu negócio devem ser conectados.

Certo?

Isso faz com que sua marca se fortaleça e, além disso, permite que uma empresa crie experiências muito mais relevantes de contato e vendas com seus clientes. Por isso, o fator omnichannel é tão importante em empresas que atuam no ambiente online.

Com ele, seu principal diferencial (que é poder se relacionar com seu cliente de qualquer lugar), ganhará um up por meio das redes sociais, e-commerce e ferramentas digitais num geral.

Veja também: A história de parceria profissional de sucesso que já dura mais de dez anos 

Gostou dessas dicas? 

Então não deixe de acompanhar nosso blog semanalmente para conhecer muitas mais.

Ficou em dúvida sobre alguma dessas técnicas e ações e de como colocá-las em prática para aumentar a conversão online da sua empresa? Entre em contato conosco

Na Conelly Propaganda você conta com os melhores profissionais, estratégias e ferramentas de automação para fazer o seu negócio crescer.

Saiba como aumentar sua conversão online em 2020 [P.1]

Saiba como aumentar sua conversão online em 2020 [P.1]

Se o seu objetivo principal em 2020 é aumentar sua conversão online, saiba que o ideal será investir em estratégias que produzam experiências únicas, automatizem ações e que, principalmente, promovam a Omnicanalidade. 

Não sabe o que isso significa? A gente te explica logo adiante!

Se te questionassem hoje a respeito de seu desejo sobre um potencial crescimento de conversão de vendas em seu negócio no próximo ano, temos certeza de que a resposta seria positiva! Afinal, é este o desejo de qualquer gestor, mesmo que esse crescimento esteja atrelado a pequenas mudanças e adaptações.

Foto/Reprodução: índice de aumento na conversão online. Via: Freepik

Para as empresas e gestores que começam a fazer seu planejamento estratégico para 2020, definir as ações que serão adotadas no ambiente online para aumentar as conversões, são essenciais para alcançar os objetivos esperados.

Veja ainda: O melhor ROI da história de um dos nossos clientes 

Pensando nisso, preparamos uma lista com dicas simples de boas práticas, seguindo as tendências para 2020, que podem (e devem) ser colocadas em prática para gerar bons resultados de conversão em sua empresa no próximo ano.

Pronto para conhecê-las?

Saiba como aumentar sua conversão online em 2020

Atente-se à forma com que você tem se comunicado com seu cliente e personalize-a

Essa dica pode parecer “batida”, entretanto, uma boa atualização, pode ser de extrema valia na corrida a favor da captação dos leads que não foram conquistados inicialmente.

Uma excelente forma de convertê-los é adotando uma abordagem mais personalizada. Clientes em potencial que não finalizaram uma compra ainda podem ser conquistados. Basta focar com mais objetividade em suas necessidades.

Essa estratégia lhe parece familiar?

Se você já ouviu falar sobre a estratégia de Dean Jackson, que utiliza um e-mail nominal escrito com nove palavras, saiba que é mais ou menos disso que se trata.

O e-mail é estruturado da seguinte forma: 

(Suponhamos que o nome do contato é Felipe e que sua empresa vende sapatos). 

“Felipe, você ainda está procurando um par de sapatos perfeito para você?” 

A ideia é utilizar essa estratégia para renovar o contato, fazendo com que o relacionamento que você teve com ele inicialmente seja reativado. E acredite, essa técnica simples poderá chamar mais a atenção do seu contato do que se ele recebesse um email com título padrão e bem estruturado.

Se sua mensagem for respondida, lembre-se de que sua abordagem deve conter características específicas, direcionadas para aquele lead. É importante que ele saiba que, durante o período em que não estiveram em contato, você se preocupou e procurou novas soluções em forma de produtos e/ou serviços que pudessem sanar a dúvida ou problema dele.

Mas o que é Omnicanalidade, afinal?

A Omnicanalidade trata-se de uma estratégia que visa integrar todos os canais de venda, oferecendo ao cliente uma única experiência em todos eles. 

Na prática, o cliente poderá comprar seus produtos através do smartphone, notebook, chat online ou na loja física, por exemplo e desfrutar do mesmo atendimento, ofertas e experiência de compra.

Use call to actions criativos

É tempo de se reinventar para manter-se de pé em um mercado tão competitivo como o que temos hoje. Por isso, alinhe seus serviços e produtos com as tendências, necessidades e preferências de seu público.

Chamadas para interação muito utilizadas (as famosas frases clichês), acabam desinteressando o público e podem, também, ser penalizadas em relação aos algoritmos das redes sociais, como no Facebook, por exemplo.

Foto/Reprodução: Personagem com dúvida em relação a participar ou de uma chamadas para interação nas redes sociais. Via: Freepik

Call to actions que pedem curtidas, compartilhamentos e para que seus canais sejam seguidos, fazem com que seu conteúdo tenha menor relevância.

É ótimo ter um bom destaque nos canais de interação. Não é mesmo?  Entretanto, o primordial é engajar de fato seus leads com o CTA (Call to Action), ou seja, qualquer chamada visual ou textual, que leve o leitor de uma página a realizar uma ação.

E mais : Conheça os 4 passos fundamentais para ter uma relação profissional duradoura com seus clientes 

Para isso, invista em gatilhos mentais criativos e hashtags exclusivas para sua marca. Com isso, você pode sugerir que seus leads utilizem-nas para comentar sobre produtos ou serviço da sua empresa nas redes sociais.

Mas como saber que meu CTA está adequado?

É simples, basta garantir que ele esteja segmentado para a ação que o seu lead precisa tomar.

Se ainda estiver em dúvida, verifique se o seu CTA:

  • cria senso de urgência na ação do lead;
  • possui um texto persuasivo e simples de ser entendido;
  • possui elementos visuais chamativos, divertidos e atraentes;
  • oferece link para que o conteúdo apresentado o dirija para um vendedor ou consultor.

Invista em automações

Se o seu desejo é aumentar as conversões, obrigatoriamente sua empresa necessita gerar um número maior de oportunidades de vendas.

E como fazer isso?

Investindo em automação de marketing. Claro! 

A automação amplia a capacidade de sua empresa de abordar contatos e, além disso, dão suporte adequado de manutenção e regularidade de contatos. Tudo isso sem abrir mão de interações mais pessoais.

Essa é uma estratégia bastante eficiente. Entretanto, é necessário lembrar que nada adianta implementá-las sem antes traçar um planejamento para que esse investimento traga os resultados esperados.

Não abra mão da criatividade na criação das landing pages

Toda landing page necessita de um objetivo bem definido. Nem sempre as empresas fazem isso e, por sua vez, acabam gerando milhares de landing pages para captação de novos e-mails e contatos de potenciais clientes.

No entanto, cada landing page oferece um conteúdo e uma solução diferente ao lead. Por exemplo, quem baixa um e-book sobre “como aplicar a nova cor definida pela Pantone para 2020 na decoração da casa”, possivelmente não terá os mesmos interesses que alguém que inseriu o e-mail para entender sobre a importância do Marketing de Conteúdo para sua empresa.

Ou seja, não funciona lançar diversas landing pages e posteriormente adicionar todos os e-mail recebidos em uma mesma segmentação.

Veja ainda: O que é e como gerar resultados através do Marketing de Conteúdo

Ao ter um objetivo e aplicá-lo com criatividade e direção, é possível segmentar adequadamente os e-mail coletados e saber exatamente como trabalhá-los.

E depois disso? 

É preciso encantar seu lead!

E você poderá alcançar esse objetivo através de:

Um visual bem elaborado

Características como a distribuição do conteúdo em sua página, escolha das cores adequadas que, além de chamar atenção, transmitam ao seu visitante a mensagem que você deseja passar, o tamanho e tipo de fonte utilizada e a escolha de imagens que prendam a atenção do visitante, são algumas das formas com que você poderá alcançar esse objetivo. 

É de extrema importância explorar e empregar esses artifícios ao seu favor, lembrando sempre, é claro, de trabalhar primordialmente em cima da linguagem e cores que sua marca já possui.

Testes A/B em abundância

Para aumentar seu índice de  conversão, é essencial utilizar o formato que mais atrai seu contato, correto?

Para isso, nada mais eficaz que utilizar testes A/B . Com eles, você poderá identificar aquele que mais gera retornos e captação de leads e adotar para sua estratégia.

Atenção a experiência do usuário

Uma landing page precisa ser informativa e prática. Ou seja, deve fornecer resposta rápida e adequada ao usuário. Para isso, podem ser utilizadas âncoras que simplifiquem a navegação pelo conteúdo, que deve ser simples e objetivo.

Para obter um conteúdo relevante nos formulários preenchidos pelos usuários, a objetividade também deve ser levada em conta. Pergunte apenas o necessário e evite solicitar informações demais, que possam gerar  a desistência do lead no meio do processo.

Está gostando dessas dicas? 

Então não deixe de acompanhar nosso próximo post para conhecer mais soluções e estratégias para aumentar de vez o seu número de conversões no próximo ano.

Whatsapp