Treinamento para avaliação e alta performance de equipes 

Treinamento para avaliação e alta performance de equipes 

É preciso mais do que planejar estratégias personalizadas de acordo com as últimas tendências de cada mercado e comportamento do consumidor. Hoje, é necessário também contar com uma equipe altamente capacitada de criativos e garantir o melhor atendimento aos nossos parceiros. 

Observamos que nossos cases de sucesso, que agregam tanto à nossa equipe interna de colaboradores, poderiam levar conhecimento também a outros profissionais. Esse aprendizado pode chegar tanto aos empreendedores, que estão à frente de um negócio com ideias próprias, quanto aos intraempreendedores, que almejam destaque e excelentes rendimentos em suas funções.

Leia também: O que é o intraempreendedorismo e por que você deve pôr em prática o mais breve possível

Treinamento para avaliação e alta performance de equipes, como tudo começou: 

A convite do evento Empreende Brazil, um dos maiores do país nesse segmento, surgiu a oportunidade de realizar palestras em alguns estabelecimentos. O treinamento tem como intuito agregar o evento com a experiência da nossa agência e também de João Godoy – que está à frente da Conelly, auxiliando diversos profissionais e empresas desde então. 

Veja mais: Empreende Brazil Conference: fique por dentro desse evento! 

No último mês, tivemos a oportunidade de levar nossos conhecimentos (incluindo a fórmula 20, 40, 30 e 10), para avaliação e autoavaliação de profissionais ao renomado Art’s Hair Cabeleireiros, em Ponta Grossa.

A data foi bastante aguardada por toda equipe do salão, que esteve presente em peso e pôde participar desde o início do treinamento.

Treinamento para alta performance Arts Hair. Foto/Reprodução: Mariana Schactae

Experiências e conhecimentos compartilhados  

Como é de costume, entre um tópico e outro, os profissionais puderam tirar dúvidas, observar e ainda aprender novas práticas. Entre elas, maneiras de aumentar a satisfação dos clientes, que implicam diretamente na fidelidade dos mesmos, algo de extrema importância não somente para o salão, mas todos os empreendimentos. 

Além disso, a oportunidade ainda deu espaço a momentos de gratidão e bastante emoção. Isso porque, ao falar principalmente da fórmula, os componentes chave de uma equipe ficam claramente evidenciados.

Devido ao fato de a equipe ter um convívio amigável, baseado na colaboração, construído há anos, elogios não foram poupados. De forma espontânea, foi feita uma pausa para agradecer a todos os profissionais e relembrar a trajetória dos mesmos na empresa. 

Colaboradores Arts Hair Ponta Grossa. Foto/Reprodução: Mariana Schactae

Treinamento Arts Hair. Foto/Reprodução: Mariana Schactae - Conelly

Em resumo, essa foi uma excelente experiência para todos os participantes, inclusive nós, da Conelly. De tempos em tempos, essa prática se faz crucial para qualquer equipe que tenha o desejo de alcançar cada vez mais melhores resultados, como foi o caso de nossos clientes.

É preciso fomentar a união dos colaboradores de uma empresa, bem como identificar qualquer falha que possa haver. Dessa maneira, é possível ajustar as estratégias ao trabalho realizado nas mídias online e offline. Isso complementa a marca como um todo e torna o serviço ímpar também da porta para dentro. 

Equipe Arts Hair por Mariana Schactae - Conelly.

Com todos esses componentes bem avaliados e ajustados, fica quase impossível não oferecer ao cliente final o que ele deseja (e até mais que isso) ao procurar pelo serviço ou produto ofertado por uma empresa. O Art’s Hair sabe disso e, junto da Conelly, está sempre em busca de mais para alcançar seus audaciosos objetivos.

Atualmente, quais características a sua empresa pode aprimorar para entregar o melhor serviço e/ou produto aos clientes? Você e toda sua equipe têm conhecimento total sobre esses pontos? Têm colocado em prática cada um deles diariamente ou há algo de precisa ser feito sobre isso? Você acredita que é chegado o momento de fazer um upgrade no que é mostrado por sua marca atualmente?

As respostas para todas estas perguntas podem ser encontradas em nosso treinamento e respondidas por nossa equipe de profissionais amplamente capacitados.

Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais! 

Gatilhos mentais: tudo que você precisa saber para aplicá-los

Gatilhos mentais: tudo que você precisa saber para aplicá-los

Ao longo do dia, as pessoas precisam tomar inúmeras decisões. O que vestir? O que comer no café da manhã? Qual caminho pegar para o trabalho? Enviar agora ou depois aquele e-mail? Você pode não perceber, mas muitas dessas decisões são tomadas com influência de gatilhos mentais.

No marketing, isso é muito utilizado, mesmo que as pessoas não saibam, necessariamente, o que significa. Diversas estratégias são embasadas nesses gatilhos, então, não há por que não os conhecer, não é mesmo?

Neste post, explicamos o que são gatilhos mentais e de qual modo eles podem ser aplicados em suas estratégias de marketing. Vamos lá?

Poderosa arma de persuasão

Antes de mais nada, devemos começar com o conceito. Os gatilhos mentais são, basicamente, técnicas de persuasão que levam as pessoas a tomarem decisões inconscientemente.

Sabe aquela decisão que você tomou sem nem saber o porquê? Provavelmente ela foi influenciada por um gatilho mental. De forma inconsciente, você já sabia que aquilo era o melhor e fez a escolha de forma “automática”.

Sendo assim, ao utilizar gatilhos mentais em suas estratégias de marketing, você “entra” na cabeça do seu lead. Consequentemente, convence ele a tomar uma decisão positiva para o seu negócio.

É claro que para aplicar esses gatilhos é preciso muito estudo e conhecimento sobre a sua persona. É necessário entender como se dá o processo de tomada de decisões do seu cliente. Isso ocorre através de um campo de estudo chamado neuromarketing (mas isso é assunto para outro post!).

5 gatilhos mentais usados no marketing

A seguir, apresentamos alguns dos gatilhos mentais mais aplicados e como você pode utilizá-los no seu negócio. Vale lembrar, ainda, que esses gatilhos podem ser usados tanto em mídia online como offline, tudo depende da estratégia escolhida.

1. Prova social

Esse gatilho trabalha com o fato de que vivemos em sociedade e queremos fazer parte dela. Sendo assim, muitas das decisões que tomamos estão relacionadas com o que as outras pessoas vão pensar.

Um ótimo exemplo disso são as tendências de moda. O que todos estão usando que você não vê a hora de adquirir também?

Um modo de aplicar esse gatilho mental na sua estratégia de marketing é mostrar todas as pessoas que foram impactadas pela sua marca e como elas estão satisfeitas.

2. Autoridade

É natural do ser humano levar em consideração a voz da autoridade. Dessa forma, para atrair e converter mais leads, você precisa se colocar como uma autoridade no seu mercado de atuação.

No entanto, esse é um caminho longo, já que você precisa trabalhar essa credibilidade com a sua persona. Conteúdo de qualidade é a melhor forma de fazer isso e construir uma relação de confiança com o público-alvo.

Em resumo, mostre que você e sua equipe sabem o que fazem e são os melhores no ramo.

 

Gatilhos mentais: tudo que você precisa saber para aplicá-los. Foto/Reprodução: AlexSecret no iStock

 

3. Urgência

Você com certeza já deve ter visto algum anúncio com a expressão “não perca tempo!” ou “corra, pois é por tempo limitado!”. Essas propagandas utilizaram o gatilho mental de urgência.

Esse gatilho trabalha com o fato de que a pessoa precisa adquirir determinado produto ou serviço, pois ele vai acabar em breve e ela ficará sem.

4. Curiosidade

Instigar a curiosidade do público-alvo pode ser algo muito eficaz em uma estratégia de marketing. Isso porque, o ser humano sente uma necessidade natural de descobrir as coisas e obter respostas.

Sabe aqueles e-mails que recebemos com o assunto “Saiba como atingir o sucesso”? Bem, eles são um exemplo do uso desse gatilho mental, assim como o trailer ou teaser de um filme. Afinal, todos querem saber como termina e vão correndo para os cinemas assistir.

5. Novidade

Quem não gosta de uma boa novidade, não é? A excitação e expectativa em conhecer algo novo é inerente às pessoas.

Quando uma marca anuncia, por exemplo, o lançamento de um novo produto, abre uma discussão em torno disso. Logo, muitas pessoas vão comprá-lo apenas pela necessidade de conhecer essa novidade e ter o prazer de usar algo novo ou moderno.

Uma infinidade de opções de gatilhos mentais

Os gatilhos que citamos acima são apenas exemplos, mas saiba que existem inúmeros aplicados no mercado. A escolha do melhor vai depender, como dissemos, de vários aspectos (mentalidade do público; o produto ou serviço divulgado; como você quer comunicar, etc.).

Sendo assim, nada mais importante do que contar com a ajuda de uma equipe especializada no assunto.

Quer bons resultados? A Conelly pode te ajudar! Entre em contato conosco e vamos, juntos, rumo ao sucesso da sua marca.

Aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais, para que mais pessoas possam conhecer sobre o assunto.

Até o próximo texto!

Estratégia de marketing: conheça alguns tipos para pôr em prática

Estratégia de marketing: conheça alguns tipos para pôr em prática

No post anterior, conhecemos alguns dos elementos indispensáveis para se obter uma estratégia de marketing assertiva. Hoje, trouxemos uma lista com exemplos dessas estratégias que não somente podem, como devem ser colocadas em prática para que você tenha bons resultados em seu negócio!

Lembrando, é claro, que as estratégias mais indicadas para o seu nicho de mercado devem ser direcionadas pela equipe de profissionais responsáveis por seu marketing.

Acompanhe para saber mais!

Marketing Digital

Nos dias atuais, a internet é parte da vida das pessoas de maneira quase indispensável. Fazemos uso dela para tarefas simples do dia a dia, como procurar endereços, realizar comprar de vestuário e alimentação, nos comunicar com amigos ou familiares e muito mais. 

Além disso, contamos com a internet para alcançar objetivos mais complexos também, como realizar pesquisas de opinião pública, desenvolver softwares de controle de informações internas de uma empresa e muito mais.

Seja como for, é cada vez mais difícil encontrar pessoas desconectadas ou com um aparelho smartphone longe das mãos. Sendo assim, ao pensarmos nos meios de compra mais habituais, temos uma vasta oferta na internet, tanto no que diz respeito a produtos como serviços.  

A internet auxilia desde os estágios iniciais de uma compra, quando existe apenas a curiosidade ou pesquisa de marcas, fornecedores e outros opcionais, até o momento decisivo da aquisição. Fora isso, as pessoas também costumam recorrer a ela para solução de problemas e respostas para dúvidas cotidianas como, por exemplo, regras gramaticais, preparo de receitas etc. 

Independente do objetivo em usar a internet, tudo envolve o que chamamos de Marketing Digital. Em resumo, trata-se de um conjunto de estratégias voltadas à promoção de uma marca nos veículos online.

As possibilidades de aplicações do Marketing Digital são muitas, porém, algumas técnicas ficam no topo de preferência, pois geram resultados positivos para grande parte das marcas. Entre elas estão:

  • Produção de Conteúdo;
  • E-mail;
  • Redes Sociais;
  • Otimização de Conversão – CRO;
  • Otimização para Motores de Busca – SEO.

Produção de Conteúdo

O marketing de conteúdo baseia-se em uma estratégia focada na produção e distribuição de conteúdo relevante, os quais nem sempre tem direta promoção da marca (os chamados conteúdos fundo de funil). 

Quem aplica essa estratégia conta com diversas vantagens importantes, tais como aumentar o tráfego de pessoas em seu site e responder às dúvidas de seu público-alvo, sendo essa, de extrema importância para a consolidação de um negócio no mercado nos dias de hoje. 

Por meio dessas respostas, é possível tornar-se referência no assunto. Ou seja, quando trata-se de um assunto X, você será sempre remetido como o melhor da região, seja para prestação de serviços ou mesmo distribuição de produtos específicos.

Consequentemente, isso gera respeito, admiração e desejo pelo consumo de sua marca.

No entanto, apesar de o marketing de conteúdo ser importante, ele sozinho não é o suficiente para entregar os melhores resultados. Mais do que isso, é preciso dedicar-se também a um adequado planejamento.

Uma estratégia de marketing de conteúdo necessita de formatos diversos, que claro, conversem com o seu negócio. Entre os mais comuns, podemos citar:

  • Blog;
  • E-Books;
  • Vídeos;
  • E-mails, entre outros.

Sendo assim, marketing de conteúdo não somente se resume a produzir textos e publicá-los em um blog. É preciso ir além e usufruir de todos os canais possíveis para divulgação de conteúdo. 

Planeje-se para analisar o que será escrito e se isso interessa ou contribui realmente para seu público-alvo. Em seguida, defina quando irá publicar, pois ter uma frequência faz toda a diferença nos resultados.

O próximo passo é escolher os canais de divulgação e formatos desses conteúdos, seja blog, Facebook, Instagram ou outros.

Inbound Marketing

Já falamos de Inbound Marketing aqui no blog. Ele é o conjunto de estratégias que visam atrair e converter seus leads, bem como fortalecer os que você já possui por meio de conteúdo relevante.

Com ele, a empresa não necessita ir atrás dos clientes, mas sim, explorar canais nos mecanismos de busca para que ela seja encontrada.

Podemos citar a produção de diferentes conteúdos como o principal combustível para o Inbound. Por meio dele é possível se comunicar com as pessoas certas. 

Com isso em mente, é preciso, antes de tudo, conhecer suas principais dores, desejos e hábitos, para oferecer ao público-alvo materiais que realmente o ajudem. O mesmo ocorre se sua marca presta serviços ou comercializa produtos para outras empresas.

Além disso, essa estratégia de marketing pode fazer com que esse público identifique uma oportunidade de negócio enquanto acessa seus canais de divulgação. Isso é o que chamamos de funil de vendas. Nele, seu público é sempre direcionado ao fundo de funil, convertendo-os para que se tornem efetivamente clientes de sua empresa.

Marketing de Produto

O marketing de produto corresponde ao segmento que propaga e ainda comercializa o produto para clientes periódicos, leads, etc. Essa estratégia de marketing também tem por fundamento a incumbência de lançar produtos novos da empresa para o mercado. O foco é primordialmente conectar produtos e pessoas que se identificarão com ele.

Entre as finalidades desse segmento dentro do marketing, podemos citar:

  • O posicionamento de produtos;
  • O desenvolvimento do diferencial competitivo do produto;
  • Alinhamento do time de marketing e vendas.

Conheça 2 estágios essenciais do Marketing de Produto:

Endomarketing

Quando citamos marketing, falamos da comunicação da empresa com o mercado. O endomarketing, por sua vez, é a estratégia de marketing do negócio para os seus colaboradores.

Esse segmento é utilizado para fortalecer a marca de uma empresa, sua imagem e o que ela representa.

O Endomarketing, por sua vez, é a estratégia de marketing do negócio para os seus colaboradores.

Particularmente, gostamos muito dessa opção aqui na Conelly. Acreditamos que a aplicação dessa estratégia fortalece o nosso time de colaboradores, propicia amizades, bem como uma rotina diária de trabalho mais organizada e interessante.

Esta é uma excelente maneira de engajar um time e fazer com que ele se torne, de certa maneira, embaixador da sua marca, tanto dentro da empresa como fora dela. 

O endomarketing costuma ter um grande peso para o público interno de uma organização, mesmo que seja percebido de maneira indireta. Ele integra as relações entre empresa e funcionários, além é claro, de propiciar uma comunicação uniforme, estimulando uma cultura que acaba sendo compartilhada por todos.

Alguns resultados da aplicação do endomarketing em uma organização, fora os pontos já citados, são:

  • Maior produtividade;
  • Menor rotatividade de colaboradores (que pode, em diversos casos, prejudicar o andamento de projetos, bem como os colaboradores que permanecem na empresa e clientes, por consequência, além do tempo investido em treinar novas pessoas).
  • Propicia fidelidade e maior comprometimento;
  • Melhor clima organizacional (com o endomarketing, o ambiente tende a ser mais saudável, fornecendo maior bem-estar aos colaboradores e qualidade de trabalho e vida). 

Marketing Social

Nunca foi tão falado em marketing social como nos últimos anos, principalmente em 2020, com as mudanças econômicas, de saúde e outras advindas com a pandemia da Covid-19. 

Características nos produtos e marcas que visem reduzir ou mesmo solucionar problemas sociais, por exemplo, têm sido cada vez mais levadas em consideração na hora da realização de uma compra.

Essas questões, geralmente, estão ligadas ao bem-estar das pessoas, à preservação de recursos naturais, proteção animal, entre outros. Nesse sentido, as técnicas de marketing aplicadas buscam promover o benefício social. A ideia, nesse caso, é fazer com que o público se identifique com uma causa , de maneira que contribua com ela.

Do ponto de vista do mercado, essa estratégia pode ser definitiva na conquista e ainda fidelização de clientes. 

O consumo excessivo de produtos advindos de condições precárias de trabalho ou ainda da poluição de rios e mares torna-se menos popular. Com isso, ao contar com serviços e itens  que levem verdadeiramente em consideração essas causas, seu negócio já possui um diferencial competitivo.

Exemplo disso são as adições e substituições de embalagens plásticas por feitas em papel, muitas vezes já fabricado com componentes reciclados; os cosméticos não testados em animais; serviços de entrega realizados por profissionais com bike, ao invés de moto; reversão de valores de produtos selecionados para instituições de caridades; entre muitas outras ações.  

No entanto, mais que querer abranger a esse crescente público, é preciso pensar, de fato, em algo que converse com a sua marca, do contrário, a estratégia muito provavelmente não terá efeito positivo, pela falta de credibilidade.

Com isso em mente, identifique que valores seus clientes possuem e, assim, você poderá levantar causas que estejam alinhadas a eles. Obtendo resultados muito mais efetivos.

Gostou dessas informações? 

Em nosso blog você acompanha muitas mais semanalmente para alinhar suas estratégias de marketing aos seus objetivos!

Ficou com alguma dúvida ou mesmo deseja implementar alguma das indicações trazidas hoje em nosso blog para sua empresa?

Entre em contato conosco!

Veja também:

Mídia externa: por que essa estratégia não deve ser deixada de lado

Conteúdos para Instagram: conheça as melhores estratégias para criá-los

Estratégias de Marketing: o que são e como colocá-las em prática

Estratégias de Marketing: o que são e como colocá-las em prática

Muito se ouve falar sobre estratégias de marketing, principalmente de suas vantagens e o quanto elas se tornaram essenciais nos últimos tempos para negócios que desejam destacar-se no mercado. No entanto, muitas dúvidas ainda permeiam esse assunto:

  • Quais são as estratégias de marketing disponíveis?
  • Todas se aplicam ao meu negócio?
  • Quais seriam as melhores no meu caso?

Com isso em mente, preparamos hoje um guia prático com tudo que você precisa saber sobre o assunto. Afinal, ele é imprescindível para quem deseja fortalecer a marca, gerar autoridade, realizar um número maior de vendas e muito mais.

Afinal, o que é uma estratégia de marketing?

Em resumo, trata-se de um conjunto de ações previamente estruturadas e, em seguida, colocadas em prática para que suas metas sejam atingidas. Esses objetivos podem incluir, por exemplo, atrair mais clientes ou até mesmo tornar-se referência em sua cidade/estado.

No entanto, é importante saber:

Nem toda ação de marketing abrange uma estratégia, realmente. Além disso, pode ser bem fácil confundir-se e não ter os resultados esperados. Em consequência a isso, uma verba valiosa pode ser despendida. 

Uma boa e verdadeira estratégia de marketing tem por princípio levar em consideração as características particulares de seu negócio, bem como sua persona, objetivos esperados, entre muitos outros.

Independente da ação, é preciso que ela seja parte de um planejamento e de um projeto.

O planejamento é o responsável por definir o que funcionará para o negócio. Já o projeto, fará com o que foi definido torne-se parte de um cronograma que, além de colocá-lo em prática, garantirá que o que foi feito seja monitorado e passado por avaliação contínua.

As estratégias de marketing baseiam-se em estudo e ciência e não em uma aposta. O sucesso delas, portanto, depende da definição de um bom plano. 

4 elementos indispensáveis para uma estratégia de marketing assertiva

Para que uma estratégia alcance os resultados esperados, diversos fatores devem ser levados em conta, como as diferentes necessidades de cada mercado, sua persona, marca, objetivos desejados, entre outros.

Entretanto, é possível afirmar que alguns elementos são chave para qualquer estratégia de marketing, independentemente do segmento. Entre eles, podemos citar:

Ter uma persona bem definida

O quanto você conhece sobre o seu público-alvo? Ou, melhor dizendo, sobre a sua persona?

Para uma campanha bem direcionada e efetiva, independente do mercado de atuação da sua empresa, ter o máximo de informações possíveis sobre a sua persona de maneira bem específica é imprescindível.

Com isso, você poderá direcionar melhor as campanhas que fará junto à agência e, consequentemente, oferecerá os produtos certos nos momentos ideais.

Tenha em mente uma representação fictícia do seu cliente ideal. E não limite-se somente a preencher informações como idade e sexo, por exemplo. Atribua a ela seus interesses particulares, dores, motivações, desejos e assim por diante.

 

Estratégias de Marketing: o que são e como colocá-las em prática. Foto/Reprodução: Mariana Schactae/Conelly

 

Contar com bons canais de comunicação

De que forma você tem se comunicado com o seu público além do PDV (caso possua)?

O uso da internet, nesse sentido, sem dúvidas, já provou ser essencial nos dias de hoje. E isso, tanto para a manutenção do relacionamento com aqueles que já são clientes como para a atração de novos contatos.

Ao não ser encontrado de maneira fácil por seus clientes ou pessoas interessadas em seus serviços e/ou produtos, seus resultados certamente poderão ser afetados. Devido a isso, invista em canais de comunicação e estratégias específicas. 

Entre alguns desses exemplos, podemos citar:

  • Redes sociais (como Instagram e Facebook);
  • Blog (marketing de conteúdo);
  • Plataformas de vídeo;
  • E-mail marketing;
  • SEO;
  • Links patrocinados; etc.

Fazer uso de ferramentas apropriadas 

Muitas vezes um excelente negócio, que tem anos de tradição no mercado e, por isso, conta com um conhecimento vasto sobre seus produtos, pode perceber-se assim como novos negócios:  limitado em um certo momento por não possuir ferramentas que otimizam seu trabalho na busca por novos clientes.

Nesse contexto, é importante adotar ferramentas de auxílio.  Entre algumas bastante conhecidas e que indicamos estão:

  • Análise de SEO: por meio de um relatório, pode lhe ajudar a identificar quais erros estão atrapalhando a otimização de suas páginas. Além disso, a ferramenta verifica também a velocidade atual do site, backlinks, entre outras informações.
  • Google Analytics: trata-se da principal ferramenta do Google para análise e monitoramento de desempenho de sites.

Além dessas, existem outras populares nesse aspecto, que inclusive você já pode ter ouvido falar. São elas:

  • Hubspot: uma plataforma completa de vendas;
  • Ubersuggest: baseia-se em uma ferramenta para geração de palavras-chave e também propõe o aumento do tráfego dos sites;
  • CrazyEgg: tem por intuito aumentar a conversão de lojas online.

No entanto, mais que conhecer nomes de ferramentas e suas propostas, é preciso contar com profissionais que possam indicar e fazer uso das que realmente serão as melhores para você.

Contar com KPIs em seus canais de comunicação 

Mesmo que você tenha tido uma estratégia que funcionou bem inicialmente e lhe trouxe muito resultado, é preciso continuar a analisá-la periodicamente.

Isso garantirá que os resultados continuem crescentes e que adaptações, se necessárias, sejam realizadas no ‘time’ certo.

Através dos KPIs (que nada mais são do que métricas de performance), você terá informações preciosas e atuais sobre seu site, redes sociais, número de vendas, clientes, captação de leads, taxa de conversões e ainda mais.

Sem dúvidas, algo que não vale a pena abrir mão. Certo?

Quer saber mais? Então entre em contato com o nosso time! 

Aproveite para seguir a Conelly nas redes sociais! Assim, pode ficar por dentro de todas as novidades do mercado!

Mídia externa: por que essa estratégia não deve ser deixada de lado

Mídia externa: por que essa estratégia não deve ser deixada de lado

Quem acha que a mídia externa como outdoors, painéis e outros formatos similares de divulgação está em desuso está muito enganado. Com as novas possibilidades do mundo moderno, o uso dos outdoors se atualizou. Sendo assim, é preciso acompanhar essas novidades e, acima de tudo, entender a sua importância.

No post de hoje, esclarecemos algumas dúvidas que você possa ter sobre o assunto e vamos convencê-lo de que é uma ótima ideia investir nessa estratégia.

Simples e eficiente

Não há nenhum segredo por trás de um outdoor. Em resumo, trata-se de um anúncio em uma grande área retangular (normalmente, de 27m²), visível a um amplo número de pessoas.

Dessa forma, não é à toa que esse formato é utilizado há milhares de anos. Existem, inclusive, relatos sobre seu uso (ou pelo menos uma ideia similar ao outdoor) na Roma Antiga, no século VIII.

No entanto, devemos considerar que não basta apenas colocar uma arte bonita e deixá-la exposta por alguns dias em um ponto de grande circulação de pessoas e carros. Antes de qualquer coisa, é preciso ter certeza de que a mensagem do outdoor é objetiva.

Imagine a seguinte situação:

Uma pessoa, a caminho do trabalho, resolve fazer um trajeto diferente com o carro. Nesse percurso, passa pelo outdoor de uma loja, que anuncia promoções. Se esse anúncio tiver muitas imagens, texto, números, etc. ela dificilmente conseguirá lê-lo a tempo (já que está com o carro em movimento e não vai parar apenas para observar o outdoor). Então, a estratégia acaba indo por água abaixo, pois apenas causou confusão à pessoa e não atingiu o objetivo da venda.

Sendo assim, teria sido muito mais eficaz se o anunciante tivesse optado por uma imagem, com uma pequena frase de atração. Considerando que a pessoa teve um período de 3 segundos, em média, para absorver aquela mensagem, isso seria o máximo de informação adquirida.

Entendeu o que queremos dizer com isso?

O seu anúncio no outdoor precisa ser planejado pensando nessa velocidade de consumo. A sua marca precisa convencer o público a adquirir um produto ou serviço. Dessa maneira, necessita causar um impacto, mesmo que inconscientemente.

Outro ponto que deve ser ressaltado é que nenhuma estratégia funciona sozinha. O outdoor precisa fazer parte de um plano  maior, com investimentos também em outros canais de mídia (off e online).

Mas, então, quais os benefícios de investir em outdoors?

A seguir, listamos algumas das principais vantagens deste canal de divulgação:

Disponibilidade. Seu anúncio estará sempre lá (durante o tempo determinado), faça chuva ou sol, dia ou noite, frio ou calor. São 24h à disposição de quem quer que passe. Você consegue imaginar a quantidade de pessoas que ele conseguirá, então, atingir?

Capacidade de fixação. Como resultado dessa grande disponibilidade, há uma grande probabilidade de a mensagem da sua marca fixar na mente do público. Vai dizer que você não lembra de nenhum outdoor que marcou sua memória nos últimos tempos? Isso é perfeito para enfatizar ainda mais o objetivo e, claro, conseguir resultados satisfatórios.

Grande cobertura. Os espaços para outdoor, normalmente, ficam em locais estratégicos, centrais ou de grande circulação de pessoas e carros. Sendo assim, os anúncios atingem um público enorme, de todas as classes, gêneros e idades. Em resumo, tem um alcance bastante democrático.

Inúmeras possibilidades. São 27m² para você usar a imaginação. É possível utilizar inúmeros apelos visuais. Tudo depende da sua necessidade e estratégia escolhida. Porém, lembre-se: nada de poluição. A informação ainda precisa estar clara e objetivo. Fora isso, explore a criatividade.

Não existe a opção de pular o anúncio. Diferente de uma propagando no YouTube, por exemplo, não há a possibilidade de o público clicar em um “X” e nunca mais ver o anúncio. O outdoor permanecerá no local e, convenhamos, ninguém vai mudar a rota, por exemplo, apenas para evitar passar por ele. Trata-se de uma mídia compulsória (é imposta) e você precisa usar isso para convencer e ser conhecido pelo público.

Invista agora mesmo em mídia externa 

Agora que você já descobriu alguns dos benefícios do uso de outdoors e como usar esse formato da melhor forma, não há por que não investir na opção. Mas, é claro que para isso você precisa contar com uma empresa especializada no assunto.

A Conelly é formada por uma equipe de profissionais com experiência e, com certeza, pode te ajudar a montar o planejamento perfeito.

Entre em contato conosco agora mesmo e alavanque sua marca!

Veja também:

Produções em vídeo: entenda como podem fazer diferença em sua estratégia

E mais: Saiba por que somos diferentes do que você já ouviu falar sobre serviços de propaganda?

Whatsapp