Escolha uma Página
Estratégias de marketing digital: 6 erros para não cometer

Estratégias de marketing digital: 6 erros para não cometer

Muito se fala sobre o que fazer para alcançar bons resultados com suas estratégias de marketing e a melhor forma para alavancar suas vendas. Mas, e quanto ao que não fazer? Você sabe quais os maiores erros que pode cometer quando o assunto é marketing digital?

Se não tem ideia do que estamos falando, que tal continuar a leitura deste post e descobrir? 

Com toda certeza, sairá daqui com uma noção muito mais ampla de como cuidar melhor das suas estratégias e, claro, do seu negócio. 

Boa leitura!

1. Não conhecer a sua persona

Identificar a sua persona é o principal ponto de toda estratégia de marketing – e aqui não nos referimos apenas ao digital. Esse deve ser o primeiro passo de qualquer negócio: saber para quem irá vender.

Vale lembrar que existe uma diferença entre persona e público-alvo. Este último é muito menos específico e considera pessoas no geral. Já a persona é o perfil exato do seu cliente, ou seja, delimita muito bem a idade, gênero, gostos pessoais e outras características.

Quanto mais você conhece a sua persona, mais fácil fica definir as estratégias que serão bem-sucedidas e que obterão uma conversão mais notável. Além de você ser mais assertivo na sua escolha, também economiza tempo e dinheiro com os investimentos certos.

2. Esquecer da captação de leads

Antes de mais nada, vamos relembrar o que são leads?

Leads representam aquelas pessoas que em algum momento demonstraram interesse no seu negócio, seja com um cadastro ou preenchimento de formulários. São elas que a sua estratégia deve priorizar e nutrir, a partir de informações relevantes, como conteúdos relacionados ao seu negócio.

captação de leads

O objetivo é transformar esses leads em clientes, pois deixará de gastar com investimentos em captação e  começará a vender, efetivamente. No entanto, o processo de captação é extremamente importante, do contrário, como você conseguirá esses clientes?

Não dá pra contar apenas com a sorte de que eles vão gratuitamente até você, certo?

3. Não fazer o planejamento 

Sempre falamos que a base de qualquer estratégia de marketing é o planejamento. É preciso ter em mãos todas as informações necessárias para tomar decisões e, claro, aprimorar as suas ações.

Sendo assim, é preciso definir o seu objetivo (em curto, médio e longo prazo), bem como estabelecer métricas, orçamento, os canais que serão utilizados, etc. Porém, é importante lembrar que esse planejamento precisa ser baseado em estimativas reais, ou seja, de nada adianta planejar uma estratégia impossível de ser realizada.

Quanto ao planejamento, ainda, é válido ressaltar que não existe um modo certo ou errado de fazê-lo. Você pode, claro, estudar cases de sucesso, mas lembre-se de que cada negócio é único e possui as suas próprias necessidades.

4. Não acompanhar os resultados

Como saber se o seu negócio está performando bem nas redes sociais e no Google, por exemplo, se você não acompanha os resultados? Ou, pior ainda, como saber quais pontos precisam ser melhorados? É impossível.

É imprescindível que você monitore os resultados da sua estratégia, esteja ela relacionada ao que for. Mantenha-se atualizado sobre suas campanhas patrocinadas, o tráfego e as métricas do site e das redes sociais, o engajamento do público, etc.

Acompanhamento de resultados - Estratégias de marketing

Esse acompanhamento precisa ser um hábito na sua equipe, assim, possíveis problemas de performance serão rapidamente identificados. Como resultado, você consegue melhorar os seus resultados e, claro, poupar tempo e dinheiro.

5. Produzir conteúdo irrelevante

Esse erro está muito relacionado ao primeiro que citamos. Se você não conhecer a sua persona, corre o risco de perder tempo produzindo conteúdos irrelevantes, que vão gerar apenas gastos e perda de tempo.

Esses conteúdos precisam ser elaborados com cuidado – e nisso também entra o acompanhamento dos resultados. 

Acompanhamento de resultados nas estratégias de marketing aplicadas

Se você conhece o público e sabe o que ele tem mais interesse no seu negócio, consegue produzir conteúdos que geram valor diante o cliente.

Além disso, vale a pena observar qual tipo de conteúdo gera mais engajamento das pessoas e, claro, oportunidades de venda. Mas, você precisa ficar atento para não repetir muito os formatos e assuntos, pois isso gera desinteresse das pessoas. Lembre-se de que elas estão atrás de novidade e resolução de problemas.

6. Fazer um trabalho mediano

Quando o assunto é marketing, quanto mais expertise melhor. Então, tenha em mente que você precisa ter uma equipe especializada para cuidar disso, ou melhor ainda, contar com a ajuda de uma agência referência no mercado, como a Conelly

Aqui, nós entendemos do assunto e ofertamos excelência!

Quer saber mais sobre o nosso trabalho e como atuamos em conjunto com a sua marca? Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas!

Muito obrigada! Sei que é corrido mas, uma aprovação já ajuda bastante aqui! Eu busco fazer minha parte no que diz respeito aos blogs, no contato com o cliente e até mesmo com as meninas do social media no dia a dia. Não podemos desanimar ou nos conformar, só pensar no que está ao nosso alcance para melhorar sempre.

Veja também: 

Gatilhos mentais: tudo que você precisa saber para aplicá-los

Dark Post no Facebook: saiba o que é e como funciona

Conheça o neuromarketing e saiba como ele pode ajudar o seu negócio

Whatsapp